10 Formas de se amar e se cuidar

Tem dias que não tem jeito, estamos em cacos. Não estamos bem e sabemos que precisamos nos amar. Nada tá bom, nem a comida mais gostosa parece ter aquele sabor tão maravilhoso. Os maiores clichês de auto ajuda irritam por fazer parecer tudo tão simples. Aquela combinação de roupa que a gente mais ama perde o sentido e parece até não combinar mais. O cabelo, a pele, as unhas, a respiração, tá tudo errado e fora de sincronia, nem isso tá ajudando a deixar a vida um pouco melhor.

E não importa o que falem, de que forma tentem nos animar, parece só irritar mais. E não que a gente discorde, é que naquele momento não faz sentido mesmo, deixa quieto por hora que é melhor.

Para esses dias, esse turbilhão de sentimentos e sensações, tudo que precisamos é um pouco de atenção e amor próprio. Parar um pouco e olhar para dentro, se amar, respirar, gastar energia e consumir algumas. Então fiz essa lista pensando nisso, para ajudar quando não dá vontade de fazer nada, mas quer fazer tudo para ver se sai dessa fossa, desse “blé”. Uma lista para cuidar de si e se amar melhor!

1. Tome um bom banho

Do jeito que você mais gosta, no escuro, com música, com silêncio, com velas, com incenso, cantando ou chorando. O banho não vai resolver seus problemas e levar a sensação embora, mas é bom para começar um parágrafo novo nesse momento. Corpo limpo, e um momento sozinha com seus pensamentos correndo loucamente a sua volta ou silenciados enquanto você sente a água passar pelo corpo todo.

2. Saia para caminhar

Pode ser uma longa caminhada equipada para fazer exercício, e também pode ser uma volta na quadra, na praça mais próxima ou até mesmo andar sem rumo dentro de um shopping. Mas saia para andar, deixar o sangue fluir dentro de você, mudar os ares, esvaziar a cabeça andando.

3. Dedique um tempo cuidando da beleza

Tome mais tempo passando hidratante no corpo, massageando o rosto, arrumando o cabelo, se maquiando, fazendo as unhas, alongando. Mas cuide de si, do seu corpo e da sua auto estima. Se toque com carinho, como deve ser, passe o hidratante com propósito, movimente as mãos com delicadeza. Escolha o batom favorito, o produto de beleza especial que usa só de vez em quando.

4. Ouça palavras empoderadoras

Talvez as frases clichês e batidas não tenham força hoje, mas alguns discursos podem renovar seu humor. Então procure palestras, TEDs, discursos, falas de grandes mulheres, de grandes líderes, dessas que ao ouvir dá vontade de levantar da cadeira e fazer tudo! Tem discursos para todos os momentos e necessidades, para criatividade, tristeza, força, energia, fé, medo, tudo mesmo.

5. Tenha um hobbie para gastar energia

Esses dias li uma frase massa sobre ter 3 hobbies na vida, um que dê dinheiro, um que dê prazer e um que gaste energia. E o de gastar energia é super importante, é aquele momento de gastar energia, calorias, extravasar ou focar. Não importa se é uma atividade simples como uma caminhada ou corrida, se é algo que use mais seu corpo e mente como pilates e yoga, ou se é de explosão como uma luta. Em qualquer atividade física o corpo se movimenta, o açúcar que tá no fundo da sua panela mistura com o resto do conteúdo e volta a ficar um pouco mais doce. Não importa o seu perfil, de atleta amador ou profissional, de super ativo ou super preguiçoso, ter uma atividade que faça você sair do conforto da cadeira ou do sofá, sair da rotina e se mexer, é tão importante quanto qualquer outra atividade da vida.

6. Comer é necessário e calmante

Sim, tem muita gente que tem uma relação doentia com a comida, seja comendo em excesso e errado, seja evitando comer ou cortando tanta coisa maravilhosa do cardápio por acreditar que faz mal. Fato é que para todos perfis, comer algo ou alguns itens em específico acaba sendo calmante. Pode ser um simples chá, uma bebida com café quente e saborosa, uma fatia de bolo, um salgado ou até mesmo uma fruta. Receber sabores que amamos na boca, fechar os olhos com a mordida, curtir aquele momento e aquele encontro de paladar com sabores, isso não tem igual. Mas mais importante que tudo isso, é comer pensando no nosso bem, não se culpando né!

7. Escreva o que sente

Eu tenho um arquivo digital (já falei melhor sobre isso aqui) para desabafar coisas boas e ruins e muitas vezes antes de qualquer pessoa saber como estou, eu fico sabendo antes. Coloco a data e vou digitando tudo! Tem dias que 3 ou 4 linhas bastam, em outros anotar tudo para tirar da minha cabeça, memórias e sensações, tomam mais tempo. Mas no fim sei como estou, por que me sinto daquela forma, o que causou e é mais fácil se expressar com o mundo. E isso é super importante, conseguir enxergar nossas sensações, nossas dores, medos, tristezas, inseguranças, alegrias, prazeres. Então tenha uma forma de colocar tudo pra fora também, seja em um caderno ou digitalmente. Escreva, coloque em palavras, mesmo que você não volte para ler, desbafe para si. Assim fica perfeito para colocar alguns pensamentos em ordem e compreender outros.

8. Ouça música

A música tem um poder incrível. Já ficou na fossa e ouviu música mais fossa ainda e ficou melhor no final? Pois é. Já extravasou ouvindo um som mais pesado e ficou mais leve na sequência. Então! Para todo momento tem algum estilo musical para nos ajudar, para dar trilha sonora de fundo. Encontre o que quer ouvir nesse momento, coloque no máximo ou deixe tocando enquanto faz algumas coisas e deixa a música te levar, aliviar.

9. Olhe-se no espelho

Pare por alguns minutos na frente do espelho e olhe em seus olhos. Veja suas expressões, áreas de tensão, como está seu olhar, como estão suas linhas. Assim como olhamos as pessoas que amamos e percebemos seu humor com o rosto, perceba a si mesma. Tem olheira, tem cansaço, tem dor, tem angústia, tem um vazio, tem tristeza. Dê atenção a você. Exercite o rosto ali mesmo, force alguns sorrisos, alguns exercícios faciais, caretas, mostre a lingua, vire os olhos porque você vai achar que é louca. Erga o queixo e sinta aquela força de Mulher Maravilha tomar conta, se necessário coloque as mãos na cintura como ela. Veja quem é você ali no seu reflexo.

10. Tire uma soneca

Não há nada mais revitalizante que dormir. Pode ser 15 minutos depois do almoço, se der, uma meia hora de tarde, dormir mais cedo, tanto faz. Mas dormir é aquela hora que desligamos de alguma forma, zeramos a cabeça, repousamos o corpo. Então por mais corrida que esteja a vida, pare um tempo para dormir, 10, 15 minutos, algumas horas… Durma! Deixa o corpo se ajeitar sozinho.

Tão importante quanto sentir, saber que sente, que algo não está certo, é saber parar para resetar, reorganizar, acalmar. Tem momentos que erguemos a cabeça e vida que segue, mas tem dias que há muito pouco a ser feito, e tudo bem. Tudo bem ficar triste, tudo bem diminuir o ritmo, tudo bem chorar, tudo bem ficar sozinha. Não acredite que é preciso estar sempre cercada de gente, que é preciso estar sempre sorrindo, que a rotina não deve ser quebrada com bobeira. Seus sentimentos não são bobeira, abrace eles e se cuide, se ame! Cuide da sua cabeça, sua mente, seu corpo, se ame, se conheça.

Comments

comments

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.

Leave a Reply