50 fatos sobre mim

Para a semana de aniversário, eu decidi encarar a tal #50fatossobremim que a galera faz geralmente pro YouTube, mas como não gravo nada por lá, fiz aqui, corridão mesmo, escrito. Vem me conhecer melhor, ou saber de algumas esquisitices minha.

1 Quando eu era criança, eu achava que quando passávamos devagar no posto de Policia Rodoviária era pra mentir/fingir que estamos andando naquela velocidade a estrada toda.

2 Eu comecei a cozinhar quando criança com a diarista que trabalhava em casa. Durante as férias eu colava nela e acompanhava o dia todo. E assim minha primeira receita de sucesso foi o bolo de chocolate.

3 Eu sei quase todas as falas de Cinderela e A Bela e a Fera, então pra assistir comigo é meio irritante.

4 Tenho facilidade em decorar letra de música e fala de filme. As vezes vou ver no cinema e já decorei uma frase de destaque do trailer.

5 Na adolescência odiava as meninas frescas (não que eu goste ainda) que eram fanáticas por Backstreet Boys, Nsync e Hanson. Era do contra e ouvia Mettalica, Raimundos e Racionais.

6 Tenho uma memória super seletiva, esqueço acontecimentos e momentos, mas as vezes lembro de detalhes, tipo a roupa que usei em algum lugar ou quem falou alguma coisa.

7 Amo jogar vídeo game, mas sempre fui muito ruim. E eu desistia de jogar porque assistia meu primo jogando Mario Bros e era ridículo (é até hoje).

8 Em dias de loucura em casa, fico imitando The Sims, incluindo gritar para o fogão como se estivesse pegando fogo.

9 Quando criança, minha mãe não me deixava pintar as unhas ou usar salto. Meu primeiro salto de uns 3 centímetros foi com 14 anos para uma festa de 15 anos de uma amiga e pintei a unha de escuro (preto cheio de glitter colorido) com a mesma idade, e porque no salão ficaram enchendo o saco que ia ficar o máximo e então ela cedeu.

10 Amo sertanejo antigo e moda de viola, mas não suporto nem ouvir sertanejo de hoje em dia. É um negócio que pega na espinha e eu sofro por dentro (dramática).

11 Já descobri a senha do email de um amigo que eu tinha ficado e me apaixonado, porque ele não me respondia e não falava comigo mais. Depois voltamos a ser amigos, praticamente irmãos <3. (a senha dele era bem ridícula, não sou hacker)

12 Quando criança nas férias, gostava de fazer a calda de bolo de chocolate pra comer só com bolacha maisena.

13 Meu sonho sempre foi ser artista e saber cantar. Nem meu chuveiro gosta quando eu canto.

14 Meu sonho de vida é escrever um romance e ser traduzido para vários idiomas.

15 Quando criança, sonhava em ser Paquita, mas quando vi que teria que ser loira, desisti porque não queria pintar o cabelo.

16 Não sei andar de bicicleta. Já meio que aprendi, sei até a andar em linha reta, mas é impossível fazer curva, a bicicleta vira inteira, e não somente a roda.

17 Adoro andar no shopping, mesmo que não tenha dinheiro para gastar. Eu relaxo andando, as vezes sem nem reparar nas vitrines.

18 Odeio dar um presente qualquer para alguém, gosto de pensar e comprar algo especial e que não esteja na lista de pedidos mas que a pessoa vá amar. E dar dois presentes, nem que seja uma bolsa e um brinco ou um lenço, por exemplo, ou uma camiseta e um shorts.

19 Tenho um TOC de pendurar roupa no varal sempre com os grampos iguais; em uma mesma peça de roupa não podem ser grampos diferentes.

20 Outro TOC é tirar a roupa do corpo e deixar sempre do lado certo, nunca no avesso.

21 Odeio seguir receita, gosto de olhar várias e pegar a ideia, os melhores temperos e criar a minha versão.

22 Meu cabelo começou a ficar cacheado no começo da adolescência. Eu não conseguia arrumar, então até os 17 anos eu estava geralmente com o cabelo preso em coque.

23 Sempre fui inocente no colégio e quando os amigos já iam para balada matinê e algumas já falavam em sexo eu nem fazia ideia de como era uma balada ou o que era sexo.

24 Não me lembro de ter sofrido bullying, mas sempre fui muito sarrista e talvez tenha feito bullying, mas sempre com pessoas que davam risada junto, não com quem se ofendia ou ficava triste.

25 Meu primeiro namorado terminou comigo por carta no último dia de aula antes das férias de julho – entregou a carta e saiu fora. Eu li com um amigo, dei de ombro e nem liguei.

26 Eu assistia filmes de suspense e terror e ria no final, mas com o passar dos anos desisti e não vejo nem trailer mais.

27 Não suporto cigarro, nem a fumaça. E incrivelmente quando ando na rua ou vou a um show, a pessoa da frente está fumando.

28 Por um bom tempo meu sonho era ser aeromoça, mas um dia vi no Fantástico o treinamento na floresta com rapel e tudo eu desisti na hora.

29 Nunca fui super fã de ninguém, sempre gostei mais de algumas pessoas ou bandas, mas nunca guardei material de revista e morro de vergonha de pedir autógrafo. Quando sou fã de alguém eu fico querendo e só sonhando em ser amigo da pessoa, sair pra beber, jantar e falar da vida.

30 No meu primeiro estágio eu fazia clipping (assistir programações da TV e salvar a matéria quando menciona o cliente) e eu assistia canais tão chatos que meu passatempo era salvar erros e matérias engraçadas (assim que descobri a música do Orkut antes de todo mundo).

31 Meu segundo estágio parei em um call center e eu odiava, comecei a ter um caderno do lado do mouse pra anotar os nomes mais esquisitos que encontrava no sistema.

32 Sou super fechada até pegar intimidade com as pessoas. Depois disso sou monga e tiro sarro mesmo.

33 Minha comida favorita é arroz, estrogonofe, salada de alface americana, batata (palha ou frita), acompanhado de suco de limão. Amo o tempero do alface (vinagre ou limão) pegar um pouco na comida, dá um toque sensacional. E sim, tem que ter o suco para beber e ficar completamente perfeito.

34 Amo comer bolo de chocolate ou bolacha recheada de chocolate bebendo suco de limão, acho uma combinação perfeita do doce do chocolate com o azedo do limão.

35 No primeiro dia de aula da primeira série, a professora me traumatizou com sua sinceridade dizendo: Não sou parente de ninguém, sou professora, então nada de me chamar de tia. Nunca mais me esqueci.

36 Com uns 18 anos, minha professora do Jardim II me encontrou e me cumprimentou e abraçou lembrando do meu nome, meu rosto e tudo. Ela era uma fofa! (deve ser ainda)

37 Não consegui ficar nervosa em nenhuma etapa do meu casamento. Ficava tensa quando recebia orçamentos e na hora de pagar, porque achava que não íamos dar conta. Mas estressada e nervosa, não, nem mesmo indo para a igreja.

38 Uma vez na aula de catequese, minha família atrasou para buscar e eles fecharam a escola, que ficava em uma ruazinha escondida, eu fiquei morrendo de medo sozinha e me agachei e fiquei escondida atrás de uma moita do jardim até eles chegarem, o que pareceu uma eternidade – sendo que tinha uma padaria na esquina, era só ter ido até lá. (foi na época que tava rolando muito sequestro)

39 No prédio que eu morava quando criança, um dia estava só com meu pai em casa, e ele dormindo no sofá; tocou a campainha, (eu geralmente abria a porta sem perguntar) perguntei quem era e uma voz horrível falou “dinheeeeiro…dinheeeeeiro” foi assustador. Acordei meu pai, ele foi ver e não tinha ninguém no corredor. (eu não alcançava o olho mágico ainda)

40 Adorava esportes e participar das olimpíadas do colégio, mas minha sala sempre era a pior em todos os jogos, a mais unida, mas a pior, então nunca ganhavamos medalha.

41 Sempre tive mais amigos homens, em um certo grupo eles me chamavam de piá (menino no Paraná) e que a “Mari é o cara” e eu sempre adorei.

42 Quanto a isso, minha mãe uma vez veio reclamar e eu expliquei que meninas são frescas e só falam de assuntos idiotas e saindo com os meninos os assuntos variavam bem mais e era mais divertido. Ela concordou e nunca mais questionou minhas amizades.

43 Fui começar a beber só depois dos 18 e bem pouco. Nas festas de 15 anos que a galera começou a beber e ficar louca, eu era a amiga chata que tentava controlar e dar bronca, porque achava muito idiota tudo aquilo. E pior, estragavam a festa das aniversarianetes.

44 Depois do meu primeiro porre, voltei pra casa cantando música da Bela e a Fera no carro, e sim, eu lembro de quase tudo.

45 Tenho um grande amor por tomates e batatas, só não gosto de tomate assado, mas salada não é salada se não tiver tomate. E as batatas podem ser de qualquer jeito (menos cruas, é claro) sou praticamente o Bubba do Forrest Gump, listo pratos com batatas.

46 Sempre falei que se namorasse mais que 3 anos com alguém seria para casar. Tive dois namorados de 2 anos, e então o Gui.

47 A única alergia que sei que tenho é a insetos, as picadas ficam quentes e grandes. E não tenho nenhuma intolerância a nenhum alimento.

48 Até o momento tenho 6 tatuagens, todas com significado, mas ainda quero fazer a pata da Zoey, um buquê de ervas com desenho meio científico (camomila, alecrim, hortelã, etc), a silhueta da Mary Poppins e uma com meu marido. Essas são as que estão nos planos.

49 Amo maquiagem, amo fazer, mas dificilmente estou usando, saio geralmente com máscara e corretivo só. Quando mais empenhada um lápis ou delineador e o batom. E no calor odeio passar qualquer coisa no rosto, parece que está sufocando minha pele. Quando me inspiro e trabalho na minha maquiagem, sinto que todos estão olhando pra mim e achando a louca super maquiada.

50 Fiz dança quando criança, amava e era a melhor da turma. Tive que sair, nunca mais voltei e continuo amando. É tipo desejo escondido voltar a dançar.

Bem misturado e aleatório né?

Comments

comments

Avatar

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.