Alguém que é pra ser

Há anos desenvolvo algumas teorias sobre relacionamento, metade da laranja, tampa da panela ou como quiser chamar. E nessa linha de pensamento tenho 2 pontos muito importantes:

1 – Existe um alguém perfeito para todo mundo – sim, talvez mais de um e muitas vezes um alguém perfeito para diferentes fases da vida. Mas existe sempre alguém que vai tirar o chão, desconstruir ideias prontas, abalar estruturas, fazer ambos fazerem loucuras, conversas intermináveis, madrugadas de intimidade e risadas que mostram que o encaixe é perfeito. As conversas, o tempo de ouvir, as notas das risadas formam uma música. E com um toque a intimidade é tanta que não existe pudor, timidez, vergonha e medo, a entrega é completa!

2 – Essa pessoa vai ter um cheiro especial – isso mesmo, um cheiro, não o perfume, mas a pele. É a famosa química fazendo sua mágica. Existe muita gente cheirosa, perfume, shampoo, pós barba, mas a pessoa certa vai ter um cheiro inexplicável. E talvez seja possível comparar com um cheiro de memória afetiva, porque é um cheiro faz bem, dá segurança, acalma, enlouquece, dá borboletas e aquece o estômago ao mesmo tempo. É um cheiro de lar!

E na vida temos relacionamentos legais, aquela pessoa perfeita, que faz tudo por nós e se submete a tudo para estar junto, mas não é recíproco. É péssimo, é triste, é difícil lidar. Mas chega um momento que a relação (para um) vira obrigação, existe um sentimento de pena, porque afinal de contas, é uma pessoa tão boa né, faz tudo por você, a família adora essa pessoa. Mas e aí? É confortável né? É, mas queremos conforto no colchão, no sofá. Relacionamento é para usar o colchão e o sofá, é para dividir a vida, os problemas, as alegrias, os medos, os sonhos.

Mas não pense que é só encontrar essa pessoa ideal. Relacionamento é preciso de muita dedicação, até mesmo nos encontros mais perfeitos de almas, químicas, pensamentos, zodíacos, santos ou o que quiser acreditar. O timing pode ser errado, e acredite, isso acontece e é enfurecedor. E muitas vezes é preciso fazer esse famoso timing acontecer, mudanças radicais, mudança de país, de cidade, de planos.

giphy (23)

Mas uma coisa eu posso dizer, quando esse encontro de almas e cheiros acontece, não há muito que se possa fazer. Tudo que aconteceu no passado, corações partidos, relacionamentos errados, tempos de solidão, tempos de independência, tudo deixa de fazer sentido. Ou então faz ainda mais sentido, porque preparou o terreno para o que vai começar a acontecer. A página vira, um novo capítulo, um coração renovado. Quando a pessoa certa chega, acabam-se todas as desculpas. Não existe mais “tô cansada”, “pode ficar pra amanhã”, “me liga depois?”, “vamos marcar”; então perder algumas horas de sono para conversar, sair de madrugada, fazer uma viagem por impulso. Tudo é possível, porque com essa pessoa vale a pena!

Comments

comments

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.

Leave a Reply