Sobre ser inteiro

Parto do pensamento que a vida é muito curta para ser metade, viver meia boca, fazer meia boca, ser mais ou menos. E não estou falando para ser aquela pessoa sempre positiva, sempre feliz que faz tudo que vem na cabeça, que pula para tudo e para nada. Ser inteiro não tem nada a ver com

Pare para sentir

Qual foi a última vez que você parou para sentir? Sentir um cheiro da brisa que bateu, do perfume de quem ama, do cabelo recém lavado, do arroz recém cozido, da roupa de cama limpa. Mas não estou falando de constatar que um cheiro bom passou e seguir a vida e mexer no celular. É

Mulheres Unidas

Essa semana será especial aqui no blog e quero começar com tudo falando sobre união, dar aos mãos, sororidade e crescimento das mulheres, juntas! Mas antes de falar disso, se você ainda não leu esse post sobre a mania de sustentar o termo de “inimigas”, leia antes de seguir aqui. Então agora que você já

Metas Mensais – Fevereiro

Todo começo e final de ano falo sobre as metas, objetivos, como trabalhar para alcançá-los, como desenhar eles, como escrever objetivos alcançáveis e tudo mais. Mas em algum momento falei sobre traçar metas mensais, objetivos menores, pequenas conquistas. Podem ser objetivos pessoais, para sua saúde, para a faculdade, a escola ou trabalho e podem ainda ser

Favoritos 2016 – Mari e Gabi

Fechamos o ano, mas algumas coisas ficam no coração, viram nossos favoritos, marcam e coisa boa precisa ser compartilhada. Eu sou dessas pessoas que quando usa ou vê algo bom sai falando pra todo mundo, indica, empresta (se possível) e insiste. Queremos sempre encontrar amantes da mesma coisa que nós. Então, esse ano montamos uma

Pets no Verão

As temperaturas batem recordes no verão, o calor é sofrível para nós. Agora imagine para o cachorro cheio de pelo e sem muitas opções para refrescar! Pois é. Então para você, humano, ajudar o bichinho aliviar esse calor, fiz uma lista de ideias para aliviar e alegrar a vida dele. 1 – Sombra e água

Sobre escrever um diário

Sempre gostei de escrever, e acho que escrever pensamentos e frustrações são válvulas de escape incríveis e poderosas para nosso bem estar. Na adolescência tive pequenos cadernos como diários, que escrevia pensamentos aleatórios, mas sem detalhar nada para não correr o risco de alguém pegar e ler. Então todos os pensamentos mais profundos eram guardados