Compra-se um metabolismo melhor – Na casa da vó

Do ânimo e alegria de semana passada, bom já engordei, fiquei inchada (TPM), comi direito, mas aí veio final de semana e eu fui ver meus avós. Logo na chega tinha nada menos que os melhores pães do mundo (já ensinei a receita aqui), aí lá sempre tem vinho, sempre, ainda mais quando eu vou chegar. O tempo ficou feio e esquisito. Então eu saí sim um pouco, mas não muito, fiz menos exercício que deveria e então na segunda feira, porque tivemos que dar uma volta por Santa Catarina, na correria, foi um lanche do Mc mesmo, sem refrigerante, mas tinha batata frita.

As vezes é muito mais difícil de seguir na dieta, ainda mais quando não tem programação, regra, cardápio nem nada, a gente releva, bebe mais água, compensa na refeição seguinte e percebe que consumiu menos do que geralmente consumiria. Sim bebi bem menos vinho, BEM menos. O lanche de rua era o mais fácil do momento, e eu nunca fui hipócrita, então não ia pedir uma salada no Mc Donalds. Não pedir um refrigerante eu já considero uma grande vitória, e me sentir mal, pesada e com sede o dia todo por consumir tanto sódio é certeza de que eu estou mudando internamente.

giphy (10)

Externamente? É isso que sempre me esgota, me cansa e me faz desanimar sempre. Nada muda. Por isso dei esse nome para a coluna. Meu metabolismo não funciona. Não existe regras para ele. Consumir proteínas no café da manhã para acelerar, gengibre, canela, caldo, consumir menos e gastar mais. Carnes magras, reduzir a farinha branca. Juro. Nada disso resolve. Então decidi mesmo procurar um Endocrinologista. O que eu acho uma tarefa difícil na verdade, porque pegar um guia médico e fazer uni-duni-tê, mesmo olhando mais próximo de casa, é difícil. E sempre vem a decepção de ligar e o médico não atender mais pelo plano e volto a lista outra vez.

Então minha gente, cansaço de uma segunda feira de viagem, semana de TPM e o desejo louco de comer sem parar, comer bolo e chocolate, comer bolo de chocolate, e tantas outras preocupações, isso deixa mais difícil persistir. Então essa semana talvez eu não leve tudo tão a risca, vou consumir minhas verduras, mas talvez um pouco mais de arroz ou algo que der vontade. E quem sabe eu consiga encontrar algum médico certo para mim!

Comments

comments

Avatar

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.