Dica da Vovó Juju – Tirando manchas

Oi pessoal!

Faz tempo que a Vovó não aparece por aqui não é? Mas com dia dos namorados e copa ficou meio difícil de separar o que colocar de conselho por aqui. Mas estou de volta com umas dicas boas para todo mundo. Tirar manchas de tecidos! Sei que hoje em dia temos vários produtos no mercado para fazer todo esse trabalho, mas nem sempre temos em casa e no quesito manchas, quanto mais cedo aplicar algo no local, melhor. Sem contar que muitas estragam o tecido, ou deixar uma mancha de outra cor e não leva em consideração em que tecido você vai aplicar, o que é também muito importante.

Mas vamos lá!

Açúcar: Água morna para qualquer tecido já resolve.

Azul de metileno: Suco de limão também para qualquer tecido.

Batom: Éter em todos os tecidos, mas com precaução em tecidos sintéticos.

Café e Chá: Em quase todos os tecidos use bissulfato de sódio, encontrado em farmácias; em tecidos de algodão de cor branca use somente água fervente.

Chocolate: Em lã, seda e algodão de cores use amoníaco diluído; em algodão branco, lave com água e sabão e se necessário aplique um pouco de água sanitarizada; e em tecidos sintéticos use limão.

Esferográfica: Álcool à 90º para todos os tecidos, a não ser os sintéticos que é melhor levar ao tintureiro.

Ferrugem: Para lã e seda use uma solução composta de uma colher de amoníaco para 6 de água; e para os demais tecidos use sal, limão e água.

Frutas: Em lã e seda use vinagre; no algodão branco lave com água e sabão e se necessário um pouco de água sanitária; e no algodão em cores e os tecidos sintético aplique um pouco de talco, deixe descansar e escove.

Gordura e manteiga: Na lã, seda e algodão branco, aplique o talco e depois de um tempo escove; para o algodão em cores ensaboe a seco e lave com água quente depois; e no sintéticos tetras coreto de carbono ou essência mineral então somente água e sabão.

Graxa: Em ã e seda raspe a mancha e depois esfregue com clorofórmio; para algodão branco cubra com manteiga, deixe descansar por algumas horas, depois lave com magnésia calcinada; recomece várias vezes; em algodão com cores raspe a mancha e cubra com tetra cloreto de carbono; e nos sintéticos raspe a mancha e cubra com magnésia calcinada.

Lama: Em todos os tecidos deixe secar, raspe e depois limpe com água avinagrada ou água amoniacal (uma colher de café para uma xícara de água), porém no algodão (branco e cor) e nos sintéticos limpe em seguida com água avinagrada.

Leite: Para lã e seda use benzina e depois água morna; no algodão branco use água com lixívia; e no algodão em cores e sintéticos, use água morna.

Licores: Use água morna em todos os tecidos, a não ser no algodão branco que você deve usar água com lixívia.

Mercúrio-cromo: Umedeça a lã ou a seda com água fria e banhe em uma solução de duas partes de água, para uma parte de álcool aquecido; e em algodão branco, deixe um quarto de hora em água sanitarizada.

Ovo: Em todos os tecidos umedeça com água fria e ensaboe.

Óleo: Para a lã, seda e algodão branco é o mesmo processo da gordura e manteiga usando o talco e escovar depois; mas em algodão com cores use benzina e depois água morna; e nos sintéticos use tetra cloreto de carbono.

Pintura: Em todos os tecidos use essência de terebintina, benzina ou gasolina.

Sangue: Use água oxigenada em todos os tecidos.

Tinha de escrever: Para os tecidos de lã ou seda com cores, use permanganato de potássio e depois bissulfito e nos de cor branca use suco de limão ou álcool aquecido; no algodão branco use sabão e sal ou álcool aquecido; no algodão colorido use vinagre; e nos sintéticos use vinagre com precaução.

Transpiração: Em todos os tecidos use água destilada (pode ser água de chuva). Para os tecidos que não são laváveis cubra a mancha com a seguinte mistura: 30g de álcool aquecido, 30g de éter e 10g de amoníaco.

Verdura: Para lã, seda ou sintéticos de cor branca use permanganato de potássio, depois bissulfito; para os de cor leve ao tintureiro; no algodão branco ensaboe e lave com água sanitarizada; para o algodão em cores ensaboe e lave com água quente.

Vinho: Em lã ou seda ensaboe e nos tecidos brancos use gás sulfuroso ou vinho branco; e nos demais tecidos use vinho branco e lave com água e sabão em seguida.

Outras manchas:

Bolor em calçado: limpe e escove o calçado e em seguida, com um pedaço de lã molhada em terebintina e depois que ela evaporar, esfregue com um pouco de vaselina. E depois de 24 horas, limpe com um pedaço de lã e engraxe.

Bolor em rendas: deixe de molho em leite frio durante algumas horas e então lave com água e sabão.

Nicotina nas mãos: esfregue com vinagre ou sumo de limão.

Os objetos em couro devem ser limpos sempre com um pano seco. Para ficarem limpos e lustrosos pode friccioná-los com clara de ovo batida em neve. E para preservar a peça do bolor, deve-se untar de vez em quando com essência de terebintina.

No livro é aconselhado testar primeiro em um retalho a dosagem dos produtos.

Sei que hoje em dia é muito difícil encontrar lavanderias com tintureiros, muitas vezes não vale a pena nem o esforço. Mas nós sempre temos peças de roupa ou da casa que temos uma relação de amor.

E muitos desses produtos eu sei também que hoje em dia são mais difíceis de encontrar, mas acredito que as farmácias poderão vender grande parte deles.

Existem várias outras dicas aqui em móveis, molduras e tantas outras, mas podemos sempre voltar e consultar.

Bom sábado a todos!

BeijoTchau

Comments

comments

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.

  • Vanessa siqueira

    adorei a dica, de como me livrar de uma mancha de azul de metileno, vcs me salvarão… valew vanessa

  • cecilia

    Adorei as dicas vou ja fazer

  • Daniella Regufe

    Boa Noite, gostaria de saber se para remover o azul de metileno de uma roupa de banho, precisa ficar de molho no limão ou só espremer o limão em cima e esfregar?
    Obrigada desde já