DIY – Minha Estante Escada

Quem me segue no Instagram acompanhou vários passos do DIY da minha escada estante. O dia que ela chegou e eu tirei as medidas. O dia que eu lixei e limpei. A saga da tinta com a cor “errada”. A pintura, a montagem e o projeto pronto e meu amor por ele.

Amor mesmo. Era uma ideia que eu tinha há algum tempo para o meu canto de plantas. Antes tinha um móvel antigo no canto, que é o único que pega boa luz o dia todo, perfeito para várias das plantinhas. Mas elas ficavam super apertadas, brigando por luz e espaço para se esticar. Agora o móvel saiu dali e algumas reformas, manutenções e mudanças vão começar a rolar por aqui. Mas o mais urgente era ter o lugar das plantas,  então colocamos a mão na massa pra ela ficar pronta o quanto antes.

E como eu amo compartilhar aqui no blog essas coisas, achei que merecia entrar minha nova estante, dicas e detalhes da montagem. Vamos lá?

A escada

Eu escolhi uma de 1,70 de pintor, tem degraus dos dois lados e era uma altura legal para a sala sem encher muito o ambiente ou tampar toda a janela. E me daria 5 andares de prateleiras (as estantes imitando escada quem tem pra vender por aí tem 3 ou 4 degraus).

Então fui desembalar a escada, porque além do plástico, os pés vêm grampeados com um pedaço de madeira para não abrir de jeito algum. A madeirinha era bem podre, desfez com pouca força, mas os grampos deram trabalho para remover, alguns ainda tive que cortar porque não saíram inteiros.

Removi as fitas azuis que são presas dos dois lados como segurança e ela não abrir por inteiro no uso (precisei de ajuda nessa parte, então com pressa comecei a pintar antes). Mas como eu iria fixar as tábuas nos degraus, não precisava dessa fita. Se você não quer mais esse trabalho e só vai colocar as tábuas soltas em cima, deixe as fitas que vêm segurando, ou faça uma diferente com tiras de couro.

Para alisar a superfície e arrumar até farpas em alguns pedaços, incluindo onde tiramos os grampos e parafusos da faixa azul. Foram duas lixas conforme o vendedor da loja orientou, uma mais grossa primeiro e depois uma mais fina para suavizar bem. Passei um pano úmido para tirar a poeira e deixei secar por algumas horas.

A pintura

Para combinar com a decoração que eu tenho na cabeça da sala, eu queria a estante com preto e madeira mais escura (o rack é assim já). Então decidi pintar a escada de preto e as tábuas de madeira. A ideia primeiro era passar algum produto para escurecer um pouco da madeira da escada e então as prateleiras serem pretas, mas a marca da escada vem pintada e tinham algumas imperfeições. Optei por trocar a ordem e seria mais fácil.

Tinta para madeira comprada já na cor preta. E o drama foi que ao preparar tudo para a pintura, abri a lata para misturar com água e ela era azul! Sim, um azul lindo maravilhoso, mas não era a cor que eu queria. Comecei a procurar na internet se isso era comum, o que fazer, mas ninguém dizia absolutamente nada! Eu fiquei desconfiada porque sujou um pouco da minha mão, e quando secou ficou preto. Mas a gota que misturei com água, ficou mais azul ainda. Loucura!

Então decidi pedir ajuda em um grupo de decoração DIY no facebook e muita gente achou que estava errado, mas vários outros disseram que era normal, que ao secar ficava preto!

Com tinta eu tenho sempre um pé atrás porque tudo pode mudar ela. São fatores de luz, químicos, teoria da cor e sei lá o que mais. Mas fui botar a mão na massa! Isolei com fita as partes de metal de cima para não pintar nada delas e dei 3 demãos no total. Cuidando com os cantinhos e até mesmo a parte de baixo dos degraus. Dei um intervalo de 30 minutos entre demãos (lia algumas páginas de um livro nessa espera). E então um dia inteiro secando bem para poder fixar as tábuas.

As tábuas

Eu ia comprar madeira crua e tratar elas de alguma forma, mas na loja eles vendem com acabamentos em diferentes texturas (preto, branco, cores e de madeira). Escolhi a que mais se aproximava com o tom que eu queria, e ainda assim passou longe da cor da madeira do rack, mas como estão em cantos opostos, tudo bem.

Medi cada andar da escada, sim cada degrau tem uma largura diferente, começando bem mais estreito e terminando bem mais largo. E optei por ter todas o mesmo tamanho no final, e não começar menorzinha e ir aumentando, como uma pirâmide. Então foram 5 tábuas de larguras diferentes, mas com 1,20m de comprimento.

A fixação

Como falei, eu queria deixar bem seguro, pra não correr o risco de tirar o vaso de um lado e pesar do outro e virar a estante inteira. Imagine só a bagunça!

Inicialmente a ideia era comprar aqueles fixadores de móveis, que parecem mini mão francesa, mas tava em falta nas lojas, e considerando que iria precisa de 4 para cada andar, e cada pecinha custava separadamente, ia sair bem caro. E ainda corria o risco de ficar meio torto, difícil de fixar e tudo mais.

Então fomos para uma ideia muito mais prática e prática: parafusos! Compramos em preto porque né, ia ficar lindo. Mas não vimos que era para metal. Então não rolou com o parafuso preto porque ele não aguentou a madeira. Fomos para o parafuso normal, de metal mesmo. Primeiro fizemos uma guia com uma broca mais fina para colocar o parafuso na linha certa. E depois era só ir parafusando.

Eu até ia pintar por cima dos parafusos com a tinta (que serve para metal também), mas achei que a aparência ficou legal, ainda mais que deixei o topo no metal.

Finalização

Tábuas bem fixas, então foi hora de arrumar o meu cantinho <3. Como vai ficar ali na janela, a prioridade é ter os lugares que recebem luz para as plantas e os andares mais de baixo para organizar o restante.

As tábuas vieram já um pouco envergadas e não reparamos antes da montagem. Então a do topo assusta um pouco e vou acabar tendo que distribuir melhor o peso para não ter problema e acabar entortando mais. Mas de resto ficou assim, toda linda, do jeitinho que eu queria!

E somando tudo que precisamos comprar (escada, tábuas, lixas, tinta, parafusos) deu metade do valor de uma vendida pronta e com menos degraus e não do meu jeito. Sem falar que terminar um projeto, feito a mão, com carinho, o resultado vale muito mais né! Dá um gosto, uma alegria. Então valeu no bolso e no coração ;)

Se você se interessou pela gaiola com suculentas, tem o post dela aqui. Se você se interessou pelos vasinhos lindos de bichinhos, tem post dele aqui. E ainda tem post com 8 lições que aprendi com as plantas e um sobre meu amor por plantas pela casa.

Comments

comments

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.

1 Comment

  1. Ficou realmente muito lindo

Leave a Reply