DIY – Montando um jardim de Cactus e Suculenta

Mais um projeto DIY – Faça você mesmo e quem me segue no Snapchat (marivmedeiros) já viu o antes e o depois desse post, mas quem não viu, ou viu lá e ficou curioso, é hora de aprender a montar o seu jardim em casa, seja para enfeitar um canto especial ou para presentear alguém. Por sinal, é um presente incrível, feito a mão por você e pode sair barato se você procurar os produtos nos lugares certos. Ou ainda, se tiver um vaso, um recipiente perdido em casa, ou até que encontrou no lixo na rua, pode servir muito bem.

Mas vamos ao que interessa. Você vai precisar de:

diyvaso1

  • Um vaso, vidro, pote, bacia
  • Terra
  • Areia
  • Pedras pequenas
  • Cactus e Suculentas
  • Enfeites – Pedra, miniatura, musgo seco, casca, areia, conchas, etc.

Primeiro de tudo é escolher o recipiente. Pode ser um vaso simples, uma telha, uma garrafa cortada na horizontal, um baleiro, uma assadeira, um pote de vidro desses de comida, uma lata de leite em pó, enfim, pode usar a criatividade. E se precisar de ajuda para ter ideias nesse quesito, veja esse post com ideias diferentes e super legais de vasos de suculentas, ou esse também e ainda tem esse  com vasos pela casa, mas tem uns modelos legais pra dar ideia.

Com o recipiente escolhido, é hora de escolher os vasinhos individuais com as plantinhas, é importante ter o recipiente junto na hora de comprar, ou ter noção do tamanho para comprar a quantidade certa na hora de montar. Então na loja de plantas, vá encaixando os modelos que tiver de cactus e suculentas, coloque com os vasinhos mesmo, veja a distribuição, mude lugares e decida quais comprar que vão combinar bem e formar um conjunto legal de plantas.

Os enfeites fica bem ao seu critério, em cima quando finalizado, é muito comum colocar pedrinhas, muita gente coloca uma camada, cobrindo totalmente a terra. Aqui é somente decorativo, então faça o que quiser. Brinque com os objetos que tem, coloque miniatura de algo que queira para dar um tema ao mini jardim, uma bandeirinha, um bonequinho, um dinossauro de brinquedo pequeno, mni soldadinhos, conchinhas lindas de praia, enfim, o que quiser mesmo.

Hora de montar:

diyvaso3

  1. Limpe o vaso, remova as etiquetas (eu passei um pouco de saponáceo nessas de papel que não descolam e saíram com facilidade depois de 5 minutos com a esponja).
  2. E a primeira coisa é colocar a primeira camada de pedra no fundo – É importante saber que a espessura da camada vai variar de acordo com o tamanho do seu vaso, o meu é bem grande, então usei bastante das pedras. E você pode brincar com level, criar ondas – tipo aqueles vidros de areia que formam paisagens. – Se o vaso for pequeno, pode ir para o próximo passo, se for alto como o meu, pode criar mais uma camada de pedras de outra cor, ou até colocar cascos aqui.
  3. Faça ainda uma camada da areia, não precisa aparecer, pode ser somente no meio para ajudar na irrigação e proteger as plantas do excesso de água. – sim eu fui espalhafatosa e acabou indo areia pelas laterias, aí elas passam pelas pedrinhas e fica assim esquisito. Mas tudo bem.
  4. Alguns lugares indicam criar uma mistura de terra com areia, em nenhum dos casos eu fiz isso, estou pensando em trabalhar um pouco as terras dos meus quando for cuidar e trocar, para ver se elas ficam mais felizes – Então crie uma camada de terra.
  5. Abra uma cova por vez, quase chegando nas pedras, e pense nas plantas de raízes maiores (é só reparar no tamanho do vasinho que ela veio plantada) – o cactus é enorme para baixo da linha da terra, e é importante ele ficar igualmente seguro para não ficar bambo. E já coloque a terra em volta da planta que colocou, não espere colocar todas para preencher.
  • diyvaso4Para remover do vasinho, aperte as laterais, se precisar passe uma espátula no contorno para descolar dos cantos (como tirar o bolo da forma) e segure pela base da planta – no caso de plantas com espinho, use uma boa luva ou com um papel kraft dobrado, criando uma tira e remova. Olha como está no meu livro:

diyvaso2

  • E então siga encaixando as demais plantinhas conforme tiver pensado na montagem e combinação. E da mesma forma, cave um buraco, coloque dentro e trabalhe a terra em volta para cada uma.
  • Para preencher com terra nos cantinhos, que dificulta até com uma mini pá como a minha, a dica é criar um funil com uma folha de papel e despejar calmamente a terra para ela cair e distribuir na região. Segue imagem:

diyvaso5

 

  • Outra dica legal é usar palitinho japonês para cuidar de espaços pequenos, até mesmo encaixar os enfeites entre as plantas. Dessa forma você não vai colocar a mão no meio e acabar machucando alguma plantinha.

Quando terminar, ele deve ficar mais ou menos assim, algumas partes com terra que caiu, a terra assentada e todas as plantas seguras, nenhuma bamba ou precisando de suporte.

diyvaso6

 

E aí é hora de decorar da forma que escolheu. Eu ia usar pedras brasileiras, tentei, coloquei algumas e achei que não combinou, porque deixei pouco espaço livre e elas ficaram perdidas dentro. Optei dessa vez por cascos de árvore e cobri toda a superfície com eles.

  • Uma dica para remover essa terra que acabou caindo nas folhas, é usar um pincel macio, esses de artesanato mesmo, e aí, cuidadosamente espanar e limpar as folhas.

E o resultado final do meu vaso foi esse:

diyvaso7

Eu escolhi esse vidro para formar um par com o outro que fiz tem algum tempo, mas sou apaixonada por jardins em bacias de cerâmica e tantos outros vasos diferentes. E parte legal de não usar um vaso de vidro é que não vai ficar visível a camada se ela sair errado como a minha.

Os cuidados: Saiba como é o ambiente, se sua casa ou escritório é úmido. Eles não gostam de luz direta, mas gostam de luz sim, então não precisa de uma janela com sol, mas um ambiente que entre boa luz natural. E entenda se o ambiente é úmido mesmo, ou época do ano. Por exemplo: o inverno em Curitiba é muito úmido, então deixo para colocar água a cada 15 dias; no verão deixo uma vez na semana. Mas sempre fico de olho se estão enfraquecendo, perdendo folhas ou enrugando de tanta água.

Se exagerar na água, deixe em uma área mais iluminada e seca para evaporar mais rapidamente a água. E a quantidade de água é bem baixa viu? Não como plantas que esperamos aparecer a água aparecendo no pratinho para saber que já molhou, para catus e suculenta é umedecer levemente a terra, não deixe nem chegar a molhar em baixo nas pedras. Eu coloco um gole pequeno em vários cantos do vaso e MUITO IMPORTANTE, elas não gostam de água diretamente nelas, então nada de borrifar ou molhar as folhas, a água é colocada diretamente na terra.

Se quer conhecer mais e saber das minhas plantinhas, tem esse post mostrando cada uma, incluindo outros cactus e suculentas.

Comments

comments

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.