Escolhendo o local para a recepção do casamento

Escolher o local para o seu casamento é algo muito difícil, mas simples a partir do momento que você tem uma lista, sabe o estilo da festa, tem data e horário e é claro, o orçamento. Mas vamos pensar em cada ambiente:

Restaurante

Uma opção simples e fácil. Geralmente eles possuem um cardápio pronto, quantidade de garçom, bebidas e muitas vezes até as toalhas e capas de cadeira. E para facilitar já possuem cardápios prontos e pouco se pode mudar.

A parte boa é que eles recebem eventos a semana toda, sejam eles corporativos ou sociais. Então eles conhecem bons fornecedores, tem ligação para os equipamentos, já possuem planos de mesa prontos, lugar para lembrancinha e tudo mais.

A parte ruim é que é evento é série, sem cuidados especiais, sem personalização. É quase um pedido de comida em fast food: cardápio 2, toalhas brancas com passadeira prata, sem capa nas cadeiras, decoração 3, 2 garçons para cada “x” pessoas, 2 seguranças, pagar rolha e pronto. Você chega no dia, a comida é aquela, tradicional que todo mundo já está cansado, os garçons sem educação e nenhum funcionário de restaurante está realmente preparado para deixar o seu dia especial – se você não tiver uma equipe de assessoria e cerimonial, tá é ferrada.

Mas é realmente uma opção fácil, você vai precisar se preocupar com muito pouco. Ainda mais se o orçamento for curto, poderá contar muitas vezes até com um vasinho em cima da mesa que eles já possuem. É conhecer vários restaurantes que oferecem serviço para eventos, ver qual se encaixa ao perfil dos noivos e ao orçamento e pronto. 

E como todos os lugares, vão cobrar por itens quebrados, tempo extra usando o espaço e é claro, limpeza caso use confetes, bola de sabão e afins.

Espaço de Eventos

Aqui o leque de opções e valores é enorme. Juro! Tem de tudo. Você consegue encontrar lugares super simples, lugares sem absolutamente nada (mesas, cadeiras, as vezes nem cozinha montada), lugares que exigem um aluguel absurdo mais a refeição por pessoa, bebidas, garçons e por aí vai; já vi lugares que exigem decoração deles, outros que exigem o buffet deles, outros que atendem bem até fechar o contrato, que atendem mal os fornecedores.

E algumas opções, como as chácaras, são mais afastadas. Então se o caso da sua família for da bebedeira, é melhor pensar em alternativas de locomoção para todos. 

O mais importante é ter referências, conversar com pessoas que já realizaram evento por lá, conversar com a cerimonial e é claro, fazer visita técnica. Saber tudo que tá incluso, o que não está, ver como são os ambientes, o banheiro, se tem uma área para os noivos, lugar para a noiva se arrumar, se trocar, se tem espaço para os fornecedores, tomadas e ligação elétrica. Ver se possuem acesso fácil, caso chova.

Hotel

Quase como o restaurante, mas as restrições são um pouco maiores. Geralmente pedem aluguel do espaço além do valor por pessoa. As salas tem montagens fechadas e o piso é carpet. O horário para terminar a festa é super rígido, então nada de ficar com os festeiros gritando quando as luzes acenderem.

É prático para quem é de fora e a família também, então reúne a festa e os convidados em um lugar só. Mas por aqui ainda não é muito comum eventos sociais em salões de hotel.

Clubes

É muito comum em cidades grandes e pequenas as famílias serem sócias de algum clube e esses clubes possuírem espaço para eventos pequenos e grandes. Então pode ser muito prático usar a facilidade de ser sócio para ter acesso a um salão que geralmente cobram aluguel e que tem alguma estrutura pronta. Clubes geralmente possuem buffet próprio, mas pode ser opcional contratá-los ou não, tem mesas e cadeiras e então algumas coisas você vai precisar contratar como garçons, seguranças, camareira e outros serviços.

Balada

Sei de casais que optaram por realizar a recepção em uma balada e acho a ideia genial! Ainda mais para os desapegados de recepções tradicionais. O lugar é preparado com estrutura de banheiros, bar, funcionários, mesinhas e podem até ter um DJ ou banda certa para o seu casamento. Alguns optam por avisar os convidados que cada um pagará sua comanda no final outros fecham um cardápio para a noite e pagam a conta de todos.

E é claro, a balada tem que topar esse serviço e atendimento especial e ter bem claro se eles fecham a casa para seu evento ou somente uma área.

Na Praia

Se você não mora na praia provavelmente será o famoso Destination Wedding, se mora, fica mais fácil a programação. Mas independente da nomeclatura, você precisa saber se é permitido realizar o casamento na praia. Geralmente é permitido somente a cerimônia e então a recepção fica em outro espaço.

Os gastos são variados. É uma praia, é claro, não tem altar, bancos, corredor e tudo pronto para o casamento. Então você vai ter que dar um jeito nisso tudo. Sem pensar em contratempos como vento intenso, chuva e pensar ainda na limitação dos convidados. Tem que pensar na sua vózinha que tem dificuldade para andar e se tiver muita criança, como elas não vão atrapalhar tudo fazendo guerra de areia e correr para o mar.

No Campo

Acho maravilhoso, as decorações são mais bonitas, a festa externa ou em celeiros eu acho tão bonito. Mas é como na praia. Se não for um espaço preparado para realizar eventos você vai precisar pensar em tudo, do zero. Cozinha, banheiros, mesas, cadeiras, iluminação, estacionamento, chegada dos convidados, tudo!

Ou você pode encontrar hotéis fazenda que estão prontos para receber você e seus convidados. Já possuem uma certa estrutura e até mesmo o buffet.

De uma maneira ou de outra, é preciso pesquisar muito, conhecer, visitar, avaliar, levar cerimonial, decorador, traçar os planos A, B, C, D e quantos forem necessários.

Em casa

Tem uma casa legal, com espaço, para seu mini wedding ou um casarão para um casamento grande? Ótimo! Eu acho lindo e super confortável. Não é preciso gastar com locação de espaço, provavelmente com mesas e cadeiras somente. Se a famílai for grande e colaborativa, pode fazer a comida em casa e contratar alguém para servir. Se a casa tiver uma decoração legal, melhor ainda, o gasto com decoração é ainda menor.

A parte boa é ter um cômodo para se arrumar, ter essa intimidade com o espaço.

A parte ruim é pensar em banheiros, limpeza, cuidados para não objetos quebráveis e de coleção no caminho, tamanho da cozinha para atender a comida, refrigeração das bebidas. E é preciso pensar também em limitar o acesso dos convidados, mesmo que seja só família e amigos, você não vai querer aquele tio bêbado dormindo em uma cama depois ou dentro do armário.

Mas eu adoraria ter realizado a recepção em uma casa legal com um coquetel simples e gostosinho.

E acho que são essas as opções os prós e contras de cada uma. Então quando for escolher, pense bem, avalie, faça planos A, B e C. Não contrate um serviço de qualquer jeito, nem somente com a emoção. Se você sabe que vai ficar mais emotiva, leve alguém que irá te segurar um pouco, que vai fazer mais perguntas e avaliar melhor o espaço e partes técnicas por você.

E conforme escolhe, tente enxergar seu casamento ali, tente sentir a energia do lugar, se é aquilo que você procura, que sonhou, e se nunca sonhou, que imagina no grande dia.

Imagem de capa de arquivo pessoal

Comments

comments

Avatar

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.