Lugares marcados no casamento ou não?

Uma pergunta bastante polêmica em eventos. Se você perguntar para algumas pessoas, vai ouvir opiniões muito diferentes, e algumas bem irreversíveis. Mas eu sou imparcial e acho as duas opões válidas, então vou falar um pouco sobre cada, assim pode ser mais fácil se você está em dúvida a respeito.

Assentos marcados

– É necessário uma equipe maior de cerimonial para levar os convidados as suas mesas

– É necessário dedicar um tempo com o espelho do espaço que vai acontecer o evento para distribuir os lugares de cada um

– Você deve saber todas as intrigas e relacionamentos afetados

– Chance de misturar convidados simpáticos que vão se dar bem com mesa cheia e desconhecida

5c997caf3929ad40844e1544af585d4e

– Mães dificilmente deixam as crianças sentar em mesa separada

Mal educados ignorando a distribuição

Material extra de papelaria e decoração para marcar os lugares

– Convidados distribuidos corretamente, sem separar nenhum grupo ou casal que chegou alguns segundos atrasados e perdeu a correria para pegar mesa

Diminui a liberdade e gritaria inicial de convidados mais alvoroçados

– Possibilidade de distribuir as lembrancinhas por pessoa ou grupos de família e casais em seu assento

– Possibilidade de criar marcações criativas seguindo o padrão da decoração

– Mais complexo e trabalhoso para casamentos acima de 200 pessoas

– Ideal para mini weddings ou casamentos até 100 pessoas

– Não tão comum no Brasil, alguns convidados podem estranhar

c00ec1a9658019475b91e6baa4bc7374

– Se não quer contratar cerimonial extra, tem a opção da imagem acima e ter um “mapa” na entrada, mas se for uma festa grande, pode ficar difícil de encontrar e acabar não servindo para nada.

Sem marcação

– Não separa quem queria estar junto

Lugares vazios em várias mesas

– Satisfação para pessoas tímidas e grupos grandes

– Insatisfação de convidados contra a separação dos assentos

085a19f6f78c77f0ad88cf5d43458b6e

– Se alguém demorou para ir da cerimônia até a festa (se for este o caso, atrasou o taxi, o manobrista, etc) poderá ter dificuldade em encontrar um lugar agradável e perto de conhecido

– Muita gente segurando cadeira para alguém que muitas vezes já separou outro lugar para sentar

– Cerimonial só indica as mesas reservadas (padrinhos, pais e noivos)

– Um item a menos para fazer no check list

– Impossibilidade de colocar desafetos distantes

– Possibilidade de marcar assento somente para algumas mesas importantes (mais velhos, crianças, padrinhos, pais, etc)

É claro que tem gente que vai dizer que é mais chique lugares marcados, outros vão dizer que é frescura. Eu acho prático e organizado e vai muito de cada família e do perfil do evento. Por exemplo, se sua família mora toda separada, fica difícil saber quem vai querer se misturar e matar a saudade e quem prefere ficar mais distante, se tem muitos convidados avulsos e que não se conhecem, se tem brigas e desafetos pra ficar de olho, se tem muita criança, o modelo das mesas. E indo pelo contrário, você nunca sabe como as pessoas vão se comportar diante de desconhecidos, pode ser um silêncio constrangedor, como podem nascer novas amizades e relacionamentos com bate papo até a pista de dança ser aberta.

Pode dar um trabalhão mapear o local e marcar onde cada um deve sentar (o local geralmente tem um mapa pronto, peça para eles), e depois pensar em como marcar o nome de cada um e ainda o trabalho da equipe de cerimonial indicar cada um, mas se você está tranquila no planejamento e organização, pode ser uma diversão.

Eu optei por não ter lugares marcados em meu casamento, tive mesas reservadas para padrinhos, pais e avós, já que o restaurante tinha dois andares, assim essas pessoas ficaram próximo a minha mesa (era uma pequena só para os noivos) e os avós não precisariam subir as escadas em nenhum momento.

É importante considerar o que os noivos acham da ideia, o resto deve seguir o fluxo e aceitar as marcações gostando ou não.

Não quis separar por pró e contras de cada um, como falei, depende muito dos convidados que você terá e você precisa conhecer seu público para considerar bem cada opção. Então veja sua lista de convidados, e coloque na balança o seu caso, se tiver dúvida, converse com sua cerimonial e veja a opinião de quem trabalha sem com isso, explique como são os familiares e amigos e vocês irão encontrar a melhor solução.

Comments

comments

Avatar

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.