Mês em Fotos – Fevereiro 2018

Acabou o mês mais curto e eu achei que fevereiro passou mega rápido, digno da quantidade de dias que teve mesmo. Ainda mais com feriado no meio né. Não entendi como teve gente dizendo que demorou pra passar. O que você achou? Só consigo pensar que se teve gente achando que fevereiro demorou a passar, imagine março que tem 31 dias!

E como foi rápido, eu fiquei super envolvida mudando e reformando a sala de casa, bom, já sabe né, acabei nem registrando tanta coisa, nem atualizando o virtual. Mas tiveram alguns registros, algumas fotos antigas que estavam guardadinhas. Vem que eu mostro melhor.

Mas antes, me segue lá no Instagram pra acompanhar tudo de pertinho!

O leiteiro não passou hoje, alguém sabe o que aconteceu? 🥛🥖

A post shared by Mari Medeiros Utko (@marivmedeiros) on

Primeiro de tudo, logo no começo do mês pelas ruas de Curitiba, registrei essa caixa no muro de uma casa. Há anos passo por ali e fico pensando e tentando imaginar como era antigamente. Você levantava, se enrolava no roupão, ia até o portão e pegava o jornal, o leite, pão e até a carne para preparar no almoço. Loucura né. Conseguem imaginar isso? Delivery a moda antiga. Quem me dera ir buscar meu pão fresquinho no portão de casa todas as manhãs, enquanto espero o café terminar de passar.

Aí finalmente fui conhecer a chácara Flor da Suissa e quase fiquei morando por lá mesmo. Queria comprar ainda mais plantas, sentar para tomar um café e curtir aquele sol entre telas, entre plantas, mudas, flores e muito amor. Nesse dia comprei meu tão sonhado pacová <3, mas comprei ele menor, porque é mais barato, e agora é cuidar e dar amor para ele crescer lindão. E comprei mais algumas plantas para casa, incluindo suculentas.

Minha caneca favorita do momento <3 quase uma bacia de café bem maravilhoso. Uma foto linda de bom dia né!

Andanças pela XV de novembro, passeando com amigos de São Paulo. Aquele misto de céu iluminado e o sol já caindo, então as luzes já acendendo. É o tipo de foto que jamais captura a beleza do fim do dia, as pessoas tomando um chopp no fim do expediente, uns ainda correndo entre compromissos. Tudo antes do público da XV mudar e ficar mais esquisito.

E nesses passeios, mais uma ida ao MON, que ainda tava (acho que já acabou) rolando a Bienal. Não sou muito de arte, gosto mesmo é da mensagem que estava ao lado: “você é o centro do seu mundo”.

Um almoço de sábado tranquilo e uma pausa para admirar o cantinho do jardim e essa lindeza colorindo e chamando a atenção entre as folhagens. A natureza é perfeita!

E um momento bem relax de final de semana, do jeito que mais amo. Música boa no vinil, vinho e um bom livro. Não tem como ficar melhor sabe?

E aí no meio do carnaval teve aniversário do Gui, que depois apareceu novamente pra seguir as fotos cheias de amor no Valentine’s Day <3

E aquele throwback da Flor da Suissa porque eu jamais vou superar aquele lugar. Já quero voltar lá pra comprar mais planta (e nem terminei de pagar a ida de fevereiro hehe). E olha que talvez apareçam mais fotos, porque sim, tem mais foto desse dia!

Sabe a reforma que falei? Tá um registro de leve da loucura, mas muito gostosa. E foi assim no primeiro final de semana, muita sujeira, lixa, massa corrida, tinta, vinho gelado e aquele sorriso de estar deixando a cara do jeito que eu sonhava!

E finalmente cicatrizada, postei a foto da minha última tatuagem, o sonho de ter um ramo de camomila. É meu chá favorito faz anos, um erva tão maravilhosa, uma florzinha tão linda e tão poderosa.

Cantinhos de decoração inspiradores que eu não consigo não parar para registrar. Esse aí é na Aldeia Coworking. Essa pintura linda gente <3

Um thorowback de uma foto que aparecemos de fundo de um dia delícia. Eu amo o Botanique e quase sempre aparece foto de lá na minha timeline porque cada ida é um registro diferente.

Outono já começa a dar as caras, ainda com um pé no verão, mas as folhas, como diria Sandy & Jr., caem no quintal né. Acho outono uma das estações mais lindas, apesar de poucas árvores no Brasil secarem as folhas exclusivamente nessa época.

E enfim, fechando o mês, uma foto da varanga do estúdio de tatuagem. Que eu não fui novamente, nem fiz outra, mas é que eu amei essa foto, a calçada, as linhas.

E pronto, acabou mesmo fevereiro. Partiu março?

Comments

comments

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.