Mulheres Unidas

Essa semana será especial aqui no blog e quero começar com tudo falando sobre união, dar aos mãos, sororidade e crescimento das mulheres, juntas! Mas antes de falar disso, se você ainda não leu esse post sobre a mania de sustentar o termo de “inimigas”, leia antes de seguir aqui.

Então agora que você já percebeu essa loucura do mundo das “inimigas”, vamos falar sobre união? Você não precisa ser uma Madre Tereza e viver para ajudar o próximo, a não ser que essa seja sua vocação, não precisa virar uma super heroína e salvar todas as mulheres do perigo. Mas fazendo pouco dá para deixar tudo melhor para todas nós.

Começando com o fim da disputa, dessa necessidade de diminuir a outra para se sentir melhor. Você não precisa disso para ser feliz! Não se importe com a atual do seu ex, com aquela que foi um dia uma grande amiga mas o tempo afastou vocês duas, a vizinha bonitona, aquela famosa no instagram que você segue para sustentar sua inveja. Se ele é seu ex, quer dizer que o tempo de vocês acabou e outras pessoas vão cruzar o caminho dele, assim como o seu. Se  uma grande amizade chegou ao fim, que pena. Mas assim como namoro, relacionamentos terminam quando o vento sopra cada um para um lado, pessoas mudam e pode ser que a mudança fale mais alto que a amizade e as afinidades. Se sua vizinha é linda e vive desfilando, que ótimo pra ela, você não precisa olhar com desprezo para parecer melhor que ela em nada! E se você segue alguém no instagram que não te inspira, mas pelo contrário, só faz sentir raiva dela ou até de si, pare de seguir, não sustente essa energia ruim nem mesmo virtual.

Feito isso, vamos a união! Vamos começar tudo isso elogiando umas as outras, vamos além de comentar na foto das amigas “para de ser linda”, “como você tá linda”, “que maravilhosa”, esses comentários são incríveis, continue fazendo e enaltecendo umas as outras. Elogie o trabalho, os filhos que ela educou, a casa, seus bichinhos de estimação, tudo que ela se esforça e ninguém valoriza. Mas vamos falar bem para os outros também, defender quando alguém chegar falando mal sem sentido. Divulgar o trabalho de mulheres incríveis, comprar mais dessas mulheres incríveis. Ajudar no trabalho quando uma mulher pode ganhar mais destaque, ser promovida, crescer ainda mais. Ajudar na escola, na faculdade sem deixar mulher nenhuma sozinha e com dificuldade.

E chega de julgamentos, de apontar para o visual de alguém e criticar (que cabelo horrível, olha o tanto de celulite, que roupa feia, isso ou aquilo). Aí você pensa “ah, mas tem gente que não se enxerga”, quando a verdade é que quase todo mundo tem espelho em casa, e é bem provável que ela ama o cabelo dela do jeito que tá, que a roupa que ela vestiu é a que ela mais ama, que ela não se importa com a celulite que todo mundo tem. Bom gosto e brega são termos bem relativos e vai de cada pessoa mesmo. E enquanto você aponta para uma mulher criticando suas escolhas, outras pessoas estão apontando para você e criticando as suas. E sabe o que? Ninguém tem nada a ver com isso! Não cabe a você criticar, se ela quiser cuidar das celulites, ela vai buscar ajuda, se ela não tiver satisfeita com o jeito que se veste, vai buscar novas peças ou até uma consultoria; e se o cabelo tá liso ou crespo, solto ou preso, o problema é dela!

Dê a mão para todas essas mulheres, temos muito o que aprender umas com as outras. Uma sabe passar maquiagem melhor que você e pode te ajudar e ensinar, você pode ter o contato de um bom cabeleireiro que ela precisa, aquela outra prepara uma comida incrível e vende para complementar renda e você precisa dessa comida, a vizinha pode ser uma ótima companhia e uma nova amizade, a tia da casa ao lado tem insônia e pode estar de olho na janela e cuidar quando você chegar em casa, as meninas da faculdade ou do trabalho podem ser ótimas companhias e passar segurança na saída do turno, até pegar o carro ou o ônibus. Vamos todas se ajudar, crescer juntas, desconstruir juntas tanta bobeira que fomos aprendendo tentado diminuir as outras para ser a melhor.

 

Comments

comments

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.