Na Cozinha – Chips de Coco Doce e Delícia

Esses dias atrás fui comprar frutas e verduras, e lá no meio uma mesa de produtos orgânicos e afins. Em algumas caixinhas mini pacotinhos de chips de coco. Sabores natural, com açúcar de coco e cebola e salsa. Coco é bom, mas natural? Achei que seria sem graça. Cebola e salsa? Nem pensar. Peguei o com açúcar para provar, já que eu estava comprando comida e obviamente estava com fome.

Fui comendo no carro e me deliciando, mas chateada, porque um mini pacotinho do tamanho de um saquinho de chá custava cerca de 3 reais. Fui mais umas duas vezes lá, e só tive coragem de pegar mais um pacotinho para matar a vontade e a fome, claro. Decidi então que a próxima vez que fosse comprar frutas, iria pegar um coco seco e tentar reproduzir em casa, e em grande escala, porque aquele mini pacotinho era triste.

E é claro, que receita de sucesso eu compartilho com vocês! Então vem comigo para preparar esses chips e ter eles guardadinhos aí na sua casa para petiscar de vez em quando.

Ingredientes

  • 1 coco seco
  • 3 colheres de sopa de açúcar demerara (ou de coco)
  • 1 colher de sopa de óleo de coco

Passo a passo

  1. A parte mais chata é abrir o coco, independente do que dizem por aí, porque dizem que é rápido e fácil haha. Pode procurar, tem vários lugares ensinando e é basicamente isso: furar onde já tem as marquinhas de boliche com um abridor de vinho e abrir melhor esse furo com ajuda de algo mais largo. Virar em um copo para tirar a água (que não é tão doce como a de um coco verde, mas dá pra beber). Colocar no forno por algum tempo até que ele comece a rachar. Tira do forno, deixa esfriar um pouco e então pode manusear. Alguns racham e já abrem e fica fácil de tirar. Mas geralmente racha e depois você tem que ficar enfiando uma faquinha para descolar o coco da casca. E até usar uma faca grande para cortar ele no meio e conseguir mexer melhor. É chatinho, e suja bastante a pia com fiapo e farelo. Mas vai com fé que o coco sai. E aí passei uma água no coco pra tirar os farelos.
  2. O segundo trabalho é, com um descascador de legumes e ir tirando as lascas do coco e colocando em um pote.
  3. É hora de temperar. Coloque o óleo e o açúcar e misture bem nas lascas.
  4. Coloque em uma assadeira e coloque em forno médio/baixo. Mexa com uma espátula depois de 10 minutos para não grudar na assadeira e para que os branquinhos de cima mudem de lugar e possam ter contato com o calor da assadeira também.
  5. Por aqui foram quase 30 minutos de forno pra ficar do jeito que eu queria. E foram duas tiradas para mexer tudo.
  6. E aí é só tirar do forno e deixar esfriar e secar pra poder guardar.
  7. Lavei e higienizei bem um pote de vidro e deixei secar melhor ainda para não ter nada de umidade e estragar a crocância dos chips. E pronto, foi só guardar e comer.

A quantidade de óleo era o que eu tinha em casa, li por aí que tem gente que ainda unta a assadeira com o óleo de coco, mas por aqui foi bom, não grudou (só o açúcar um pouco). E a quantidade de açúcar eu achei perfeita! No primeiro pedaço achei até que tinha sido pouco, mas depois de comer mais algumas lascas vi que era o ideal.

Rendeu um pote de palmito, mais um saquinho tipo zip pela metade. O que é bastante, mas nem cheguei a pesar pra não fazer as contas de quanto custaria se eu separesse em mini pacotinhos de 20g cada. Não sei dizer quanto tempo eles duram, e não quero deixar estragar pra ver, porque é muito bom!

Os mais douradinhos ficam mais gostosos e super crocantes, enquanto os mais branquinhos ficam até crocantes, mas um pouco mais macios. Mas tem que tomar cuidado pra não passar muito do tempo, porque se queimar fica super amargo.

E pronto, dá pra colocar em potinho e deixar na bolsa para beliscar quando bater aquela fome no meio do dia, deixar na mesa do escritório ou fazer o que quiser, até colocar no mingau!

Comments

comments

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.