Na cozinha : Fazendo pãozinho simples e delicioso

Dia de mais uma receita de família, na verdade é receita da minha avó, daquelas que ela manda foto e fica todo mundo com água na boca e praticamente sentindo o gosto. E na verdade não é nenhuma receita de segredo ou difícil de fazer, e não, não precisa ter experiência em panificação ou um forno industrial. É pão simples mesmo, macio, gostoso e cheiroso.

Não requer muita habilidade, mas paciência para deixar ele descansar.

Você vai precisar:

receitapaozinho

4 ovos (mais um para pincelar)

2 tabletes de fermento

1 xícara e 1/2 de leite (de preferência integral, mas eu usei semi desnatado e tátudobem)

4 colheres de sopa de açúcar cristal

1 colher de chá de sal

7 xícaras e 1/2 de farinha de trigo

Primeiro de tudo, se você não tem uma batedeira forte o passo a passo inicial é: bata tudo (menos a farinha) no liquidificador por 2 minutos. Em um pote grande ou bacia, coloque a farinha e faça um buraco no meio (vulcão ao contrário) e despeje a mistura líquida dentro. Vá misturando até que você tenha que colocar as mãos na massa. E então segue para o passo 2.

Passo a passo:

receitapaozinho2

1- Bata por 2 minutos tudo (menos a farinha) e então aos poucos vá colocando a farinha de trigo enquanto bate. Conforme a massa for pegar mais consistência, aumente a velocidade e continue colocando a farinha.

Eu gostaria de bater a massa toda na batedeira, mas pela quantidade e tamanho, ela vai girando e subindo acima do gancho, então tive que desligar e levar para a mesa e sovar manualmente.

2- Com a massa homogênea, é hora de esticar, virar, revirar e bater. Em uma superfície limpa e lisa, e se houver necessidade, caso a massa ainda esteja grudando um pouco, enfarinhar a mesa também. Então empurre em direção a mesa com o calcanhar das mãos (calcanhar? é assim que fala?), pegue pelas laterais e dobre para baixo, segure como se fosse o cabelo da inimiga e bata na mesa. Mas se preocupe mais em virar e revirar a massa, não precisa bater tanto na coitada.

3- Unte o pote ou bacia com óleo e coloque a massa redondinha dentro. Cubra com plástico filme e coloque para dormir.

4- Se tua cidade for ou estiver muito calor, não há necessidade de enrolar em um cobertor, só cobrir com um pano de prato é suficiente. Se a temperatura estiver mais fresca, embrulhe em uma manta ou cobertor bem quentinho, dê boa noite e deixe a massa descansar e relaxar. (Sim, eu dou boa noite e dou carinho e amor para a massa) Por cerca de 40 minutos a uma hora, até que a massa cresça.

receitapaozinho3

5- Aí ela vai ter crescido muito, igual a minha ou só um pouco, depende muito da mão, do tempo, da lua, do fermento, do amor, do calor.

6- Então você volta ela pra mesa limpa, abre ela mais um pouco, dá mais uns puxões e esticadas e então é hora de separar. Se não sabe o tamanho das bolinhas vá cortando a massa no meio e no meio, e no meio, e no meio. Dá em média 30 pães dependendo do tamanho das bolinhas, as minhas variaram de uma mão de criança fechada a minha fechada (minha mão não é grande).

7- E elas vão precisar descansar bem mais agora. Coloque elas distribuídas em assadeira untada, cubra com pano de prato e esqueça delas por 1 hora e meia. Sim, á bastante tempo, dá para ir para a academia pra comer sem culpa depois. Como a tarde aqui em casa fica vazio, deixei elas na mesa da cozinha, cobertas sem nenhum abelhudo ir olhar e ficar bisbilhotando. Se não for esse seu caso, leve para um local calmo e quente, sem corrente de ar ou vento. E elas vão crescer mais um pouco nessa segunda soneca.

8- Quando der 70 minutos de descanso da massa, ligue o forno para pré aquecer.

9- No tempo certo, prepare um ovo batido com garfo para pincelar os pães. Pincele cada um por cima e então leve ao forno.

10-  Eles devem ficar no forno por aproximadamente 20 minutos, mas fique acompanhando, dependendo do forno pode precisar retirar antes ou deixar mais alguns minutos. Mas acompanhe a cor dos pães em contato com a forma, eles começam a dourar e escurecer, não deixe queimar. E então tire no momento que achar do seu palar, mais branquinho ou mais moreninho.

E pronto!

receitapaozinho6

A lindezinha é essa aí da foto, maravilhosa quando sai do forno e depois que esfria, e no dia seguinte e dois dias depois. Coma com margarina, manteiga, requeijão, queijo, peito de peru, presunto, patê, enfim, simples ou como sanduichinho. É maravilhosamente bom no café da manhã, lanche ou de madrugada de ressaca já.

Para manter eles macios e gostosos, depois de esfriar bem, coloque em um pote fechado, assim eles não vão ficar duros. Mas não dura muito mais que 3 ou 4 dias, porque são bem úmidos e podem começar a embolorar.

Se não vai dar conta de comer sozinha, faça pacotinhos e faça os vizinhos e amigos felizes! 

Comments

comments

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.