O que não fazer no Carnaval

Tá chegando os dias de festa do carnaval, de que quase tudo é liberado, dos dias sem fim, da música alta e dos excessos. Mas pera lá, vamos tomar alguns cuidados, se cuidar um pouquinho e cuidar da cidade também? Aqui vão algumas dicas do que não fazer:

1 – Aceitar copo de bebida de desconhecidos

Beijou alguém no meio da festa, do bloco e a pessoa já vem oferecendo uma bebida? Não aceita não, a não ser que esteja fechada ou entregue por alguém do bar. É muito fácil no meio da festa e do aperto alguém colocar algo na bebida e você acreditar na boa fé.

Por segurança, siga bebendo a sua bebida, não deixe ela na pia do banheiro pra pegar quando terminar de fazer seu xixi, ou em cima da mesa enquanto vai logo ali falar com alguém. E não é só uma questão de segurança, mas também de saúde né. Imagina um mesmo copo, passando por várias bocas e uma delas ter alguma doença?

2 – Jogar lixo no chão

Primeiro de tudo, pegue uma caneca de plástico ou acrílico, amarre uma fita ou cordão e deixe pendurada em você – dessa forma, não vai precisar nenhum copo plástico e gerar ainda mais lixo!

Segundo, se comprou uma lata ou garrafa de algo, não larga ali no chão porque não vê um lixo perto. Mesma coisa para embalagens de comida que você for consumindo. Se você já sabe que o trajeto não terá muitas opções de lixeira, leve uma sacola, combine com a galera de fazer rodízio de mochila.

3 – Ficar sem proteção

E aqui entram duas: protetor solar e camisinha.

Para os foliões que começam a pular cedo e passam o dia na rua, é ítem essencial ter um protetor na bolsa e repassar ele várias vezes ao dia. Principalmente no rosto, ombros e braços, que são os pontos de luz direta. E é claro, boné e chapéu serão os melhores acessórios nesses casos!

E a camisinha não precisa nem entrar na questão das doenças e da gravidez indesejada né. Carrega na bolsa, nos bolsos, compra pacote na farmácia antes de sair. Saia previnida se for essa sua intenção e se não for também. Não precisa chegar no desespero da hora e acabar deixando porque saiu desprevenida, a bebida já subiu e os hormônios estão implorando pra rolar e tirando todo o seu senso de razão.

4 – Desidratar

Na festa e bebedeira pouca gente lembra de beber água. E não tem desculpa de que a cerveja hidrata, porque ela não hidrata nada. Então intercale com água o tempo todo, é época de muito calor, dançar e pular suando muito.

Pior ainda ficar pulando e festando de baixo do sol forte.

5 – Alimentação errada

Não pule refeições e passe os dias comendo alimentos processados. Cuide do seu corpo, dê sustância e energia para ele te ajudar a aguentar a folia. Faça refeições completas e cheias de nutrientes, tenha pequenos lanches e petiscos para comer em intervalos.

Agora, de resto? Aproveite, dance muito, dê risada, cante com estranhos, dance com estranhos, faça novas amizades, durma pouco, não tenha hora pra começar nem terminar a festa.

Comments

comments

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.