Perguntas para fazer antes de casar

Parece absurdo, mas tem muita gente que se casa sem saber os planos do outro, as expectativas, os desejos, os medos e coisas que podem ser  importantes ou banais de pessoa para pessoa. Então para entrar em uma vida a dois, no meio de planos de casamento vão conversando, sintam um momento para cada pergunta, sejam bem sinceros. Aí sim, ninguém entra em uma relação mais profunda, como é o casamento, com expectativas desalinhadas ou já decepcionados porque já percebeu que alguns itens importantes não são prioridade para a outra pessoa.

Pensando nisso, separei algumas perguntas que é preciso conhecer, saber o que cada um pensa, o que imagina, o que espera, situações de risco, inesperado, tudo.

1 Filhos: Sim, não, quantos?

A mais simples para muitas pessoas, porque tem gente que crescendo com o sonho de ser mãe ou pai, escolhendo nomes e pensando em atividades para fazer quando tiver filhos e até que tipo de foto tirar. Mas para outros não é tão confortável, as vezes porque a família faz pressão, porque é mais racional e quer uma vida financeira bem confortável antes de pensar em filhos e por aí vai.

Mas é preciso saber se isso está nos planos. Por exemplo, se seu sonho é ser mãe ou pai, desses que não quer abrir mão e então em uma conversa descobre que isso não passa nem perto dos planos do outro, será preciso alinhar expectativas. E por mais duro que possa ser, talvez a relação não seja boa por isso. É triste, eu sei. Aí é possível que ele/ela tope ter filho depois de uns anos, mas o compromisso será muito mais seu, porque tem muita gente nessa vida que não tem o dom, nem o desejo da maternidade/paternidade e não adianta forçar.

2 Morar fora

A vida é muito rápida, e a vida profissional hoje em dia está cada vez mais incerta, mais cheia de opções, mais inconstante. E pra quem está na área de pesquisa e estudos podem surgir oportunidades de fazer um estudo fora, assim como quem tá em uma multinacional, podem surgir cargos no exterior. Fora startups, que de tempos em tempos vão para outro país quando passam em aceleração. E depois de casar vocês estarão juntos nessa. Tem gente que topa ir atrás do outro, mesmo sem opção, sem rumo, encara e vai pra outro país numa boa, mas tem muita gente que não tem esse desejo de sair daqui não.

Então é preciso entender de cada um essas aspirações para não virar um problema ou guerra no futuro, se é algo que passa na sua cabeça.

3 Tarefas do lar

Tem muita gente que namora, fica noivo e não passa por alguns dias de teste como viagens ou morando junto de alguma forma. E eu acho que assim é a melhor forma de observar o comportamento do outro, se é colaborativo, se é desorganizado, se fica sentado esperando alguém fazer, se cozinha ou se come um pão se não tiver nada pronto.

Então conversem sobre isso, se vão contratar uma diarista para limpezas grandes e no dia a dia compartilharão juntos das tarefas básicas de tirar lixo, lavar a louça, a roupa, organizar os ambientes, etc. Entenda se sabe cozinhar, se está disposto a aprender, até mesmo se existe troca, por exemplo, meu marido não gosta de lavar a roupa e eu não gosto da louça, então cada um com sua tarefa, mas nada impede de ele estar atrasado e eu lavar a louça no lugar dele e se eu esqueci e ele pendurar a roupa ou colocar na máquina.

4 Datas comemorativas – em qual família vão passar?

Quem é apegado a família e as festas essa é a pior pergunta que pode existir. Ter que pensar em se separar da família é dolorido. Mas é preciso saber se de repente passam a noite do dia 24 com a família de um e o almoço no dia 25 no outro.

Mas pode ser mais fácil do que imagina, porque tem muita família que comemora mais o ano novo e a festa é maior, assim como tem algumas que não ligam para o Natal.

Mas tem também dia dos pais, das mães e tudo mais que suas famílias celebrarem. E pensar também em quais situações as famílias podem se juntar, se isso é possível, se ficam em cidades distantes.

5 Dinheiro e finanças

Sim, vocês vão ter que conversar sobre isso. Contas da casa, poupança, carro, seguro, plano de saúde, tv a cabo, internet, mercado, farmácia, lazer. Além de cartão de crédito, poupança pra férias, pra emergência, faculdade, pós graduação, mestrado. E depois disso, a conta dos filhos.

É a conversa mais séria e a mais necessária porque vocês precisam saber das necessidades de cada um, das preocupações, dos salários, do custo de vida, dos hobbies, contas separadas ou conjuntas, e por aí vai.

6 Dia dos amigos

Alguns casais têm grupos de amigos em comum outros separados, mas sempre tem aquele amigo ou amiga pessoal e que precisam sair vez ou outra a sós pra bater papo, pra jogar, pra fazer as unhas, comprar roupa, ir ao cinema. E vocês precisam acertar isso também. Cada um precisa de sua liberdade, nada de birra, de “vai lá com seu melhor amigo”.

7 Domingos?

É um dia de preguiça, mas muitas vezes é dia de almoço em família, de aniversário de criança, de churrasco, de futebol e por aí vai. É preciso entender onde cada um quer ir, onde precisam estar, quais compromissos, e é preciso acertar junto quando é dia de ficar de pijama na cama.

Mas antes de casar entenda como é o domingo para o outro, se é um dia normal, se é um dia de se preparar para a semana, se é um dia de leitura e filme. Conheça bem o outro pela forma que vê o domingo.

8 E se eu ganhar peso?

Ah, a questão que amedronta as mulheres. Fase da vida, hormônios, a gravidez, depois da gravidez. Mas os homens são mais desligados nessa questão e também precisam entender o gosto da mulher, se ela vai te amar de qualquer jeito, careca e pançudo, assim como a mulher precisa saber se o homem já tem essa aversão, ainda mais se ela tiver uma facilidade e uma genética de estar acima do peso.

Pensando aqui sempre em estar com uma pessoa que sempre deixe sua auto estima lá em cima, super arrumada para a festa e nua, sem nenhuma amarra, okey? Se a pessoa com quem planeja se casar já cria preconceitos de barriga, flacidez, talvez não seja a pessoa certa para você – quem sabe para ninguém.

9 Espaço e privacidade

Quando brigarem, como vai ser? Como respeitar o silêncio, o tempo de exercício, de corrida. Como vão deixar a poeira baixar, a tpm aliviar, o stress diminuir? É preciso deixar claro seus gostos nessa parte, se prefere conversar na hora, se prefere ficar sozinha com seus pensamentos, se prefere assistir um filme com fone sem interrupção, entender como ele gosta de ficar quando está irritado, se é melhor jogar video game sozinho, se ficar no banheiro sem perguntarem nada, se é cozinhar, se é sair para correr. Conheçam bem um ao outro, as manias e os gostos.

10 As férias

Como é o pensamento de cada um, como fazer com férias em períodos opostos, vão guardar todo ano para fazer uma viagem diferente, vão pular um ano para fazer alguma reforma, vão escolher juntos o roteiro, vão reservar um pedaço do salário de quem, vão pagar separados ou juntos?

11 Sexo

Não falam de sexo no namoro? Então vocês precisam criar uma intimidade ainda maior. Uma intimidade absurdamente infinita. Não se pode ter vergonha de conversar sobre isso, se tem, tente conversar primeiro por mensagens, depois com a luz apagada e vão se soltando. É uma pessoa que vai saber de todas as suas intimidades e inseguranças, ainda mais entre quatro paredes.

Então conversem sobre posições que cada um gosta, se gosta de palavras ao pé de ouvido, os pontos fracos, como ser tocada, fantasias, desejos e fale também do que não gosta, o que não liga, o que prefere não fazer, mas faz de vez enquanto pelo outro e por aí vai.

E se já tem uma vida sexual ativa fale durante a relação, aprendam juntos o corpo um do outro, direcione para lugares que gosta mais, jeitos e toques.

Se vai ficar só para depois do casamento não se prendam, conversem também, troquem segredos e desejos e estejam prontos para depois do casamento. E lá volte ao ponto ali de cima de conversar sobre tudo, aprender juntos.

12 Animais de estimação

No namoro geralmente você descobre se o outro gosta ou não de animais, mas muitas vezes ele tem um cachorro em casa que é da família, mas quando tiver uma casa própria não é um desejo, tem o sonho de ter um gato ou sei lá, uma cobra. É uma possibildade. Então convesem sobre ter bichos em casa, adotar, o banho, onde deixar os bichinhos durante as viagens, quem vai levar para passear, pensem na vida do animalzinho juntos como vai ser, se vocês estão preparados para colocar mais uma vida na vida de vocês.

E acho que as mais importantes são essas. E a ideia é muito mais conhecer o outro antes de entrar para uma vida a dois. Saber dos segredos, conhecer vários pontos que não tinha ideia, que nunca foram mencionados e saber até o que bate de frente na vida de cada um. E não é para ter medo de descobrir coisas ruins porque vai casar, tem que descobrir antes, saber cedo de coisas que para você não estão corretas e poupar de muita dor e briga depois que tudo se acumula mais facilmente, que os defeitos ficam mais expostos.

Comments

comments

Avatar

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.