Reflexões e Conexões

Tem alguém aí ainda?

Se tem, sim, eu não tenho encontrado motivação, força, claridade para produzir para o blog. Eu questionei por um bom tempo esse local, o que eu queria com ele, o que eu buscava, o tal do propósito, a solidão e a conexão.

Imagem by Kobie

Mas depois de me aquietar e me isolar, tenho visto a mesma movimentação para pessoas com um alcance muito maior que o meu. Os mesmos questionamentos, uma quietude.

E várias coisas me vêm em mente, a primeira foi em algum momento que o John Mayer falou em um stories tem algum tempo sobre a produção de conteúdo para os criativos. Que são tempos difíceis, e que não importa a área, está complicado de produzir. Ele, é claro, falava em produzir música, que muitos estão buscando escrever e fazer música de qualidade, daquelas de encher o coração mesmo. E nós por aqui, com dificuldade de produzir qualquer outro tipo de conteúdo.

Para ser sincera, conteúdos sobre maquiagem e moda me perderam o sentido. Eu amo maquiagem, amo o trabalho artístico, amo o poder que ela tem. Mas resenhas de produtos, lançamentos, unha do dia, maquiagem pro dia, pra noite, pra quem usa óculos… não faz sentido sabe? Pra mim, é conteúdo simplório e talvez ainda cheio de regras.

E é isso, estamos nos desprendendo das regras. Penteado pra festa não precisa mais ser cheio de escova pra as cacheadas. Brilho não é só pra sair. Tênis não é só para atividade física faz tempo. Cabelo com volume não deve ser domado. Rosa para meninas, azul para meninos. Cores de parede não devem ter regras. Cada um tem suas preferências, estilos, escolhas, gosto, opinião. E criar conteúdo para criar novas regras não fazem sentido.

Talvez por isso muita revista caiu. Dietas, o corpo perfeito, peças de roupa para cada corpo, o tratamento para cada cabelo, a maquiagem do momento, a moda pra casa.

Por um bom tempo, com a explosão das redes sociais todo mundo teve sua voz, chegando ao ponto de estar todo mundo gritando e ninguém ouvindo. Até que muitos começaram a cansar da gritaria, cansar daquele apito no ouvido depois de algumas horas em um grande show, que nos ensurdece levemente.

Produtores de conteúdo trabalhando noite e dia pra ter exclusividade, quem faz o primeiro post a respeito do assunto x. Viralizar. E tudo isso por que?

Slow.

Estamos todos desacelerando. Buscando respostas, buscando conexão e diálogos verdadeiros. Troca! Ouvir para ser ouvido. Ouvir para entender e não para dar uma resposta.

E está aqui, a reflexão de hoje. Depois de muitas que já tive aqui no blog. E o retorno de muitas de torno a escrever aqui.

Vamos nos conectar, vamos conversar!

Comments

comments

Avatar

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.