Sobre manter o romance

Afinal de contas o que é o romance? Como não ser meloso? Como não ser enjoativo? Romance não é café na cama todo dia, mandar mensagem o tempo todo, levar o lanche todo intervalo de aula ou trabalho, passar todas as horas vagas junto, grudado. Romance não é grudar até cansar, e quando desgrudar telefonar para continuar presente. Isso sim cansa, enjoa e uma hora alguém explode e pede um tempo, uma separação, um espaço.

E ainda, romance não é fazer o que gostaria que fizessem com você, é saber o que o outro gosta e surpreender. É saber que o outro acorda atrasado e deixar a caneca favorita preparada para beber o café; é saber que ela está na tpm e chegar com o doce favorito antes que ela peça; é entender que ele está estressado com o trabalho e sugerir que vá fazer uma atividade que goste para distrair; é entender que o outro está de dieta e apoiar e fazer a dieta junto, pelo menos quando estão lado a lado, assim vai amenizar a irritação.

O romance está nos detalhes do dia a dia, nos cuidados simples com o outro, é cuidar sem que seja percebido, sem que seja notado. É conhecer os gostos e manias, os momentos ruins e como melhorar.

E ao contrário desse post sobre a criatividade no namoro, no relacionamento, hoje é sobre o romance, sobre estar presente, apoiar, cuidar, amar e olhar o outro.

A verdade é que o romance é muito mais altruísta, você cuida do outro porque ama, não porque espera que a próxima surpresa será para si. Aqui, você simplesmente quer que o outro seja feliz e esteja bem, e sabe que vocês não precisam estar juntos para que isso aconteça. Por exemplo, é saber que ele ou ela, precisa daquela noite, aquela programação com amigos para descontrair, jogar, ver filme, dar risada e que você não deve estar junto. É conhecer que em dias de gripe ela só quer beber chá e comer doce ou que ele quando está estressado precisa sair correr ou pedalar por pelo menos 30 minutos. É saber que ela dorme cedo e aceitar os horários diferentes. É saber que ele não gosta de conversas melosas na frente de familiares e amigos e reservar isso para quando estiverem sozinhos.

E como fazer isso? Esse romance não acontece lá no começo do namoro, a não ser que o namoro venha de uma amizade de longa data, porque esse nível de romance acontece com o tempo, com a intimidade, com o conhecimento um do outro. É conhecer o outro e reparar em gostos e detalhes que ele mesmo não repara em si.

giphy (5)

E não é entrar no “achismo” do que o outro gosta, requer tempo e percepção, é preciso olhar pro outro, reparar em todos os momentos, bons e ruins e como eu falei, é saber separar também os momentos de estar juntos e os momentos de fazer atividades separados.

Então pensando em tudo isso, mantenha o romance, perceba o outro, as gostos, necessidades e manias, saiba grudar, mas saiba desgrudar também. Mantenha o romance, o carinho, o cuidado sempre. Particularmente, eu acredito que é esse romance que mantém o amor vivo.

Comments

comments

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.