Sobre o melhor lugar do mundo

O melhor lugar do mundo é aquele faz você sentir-se bem. Não envolve dinheiro ou riqueza. Pode ser descalço pisando em um gramado lindo, pode ser ainda descalço sentindo as ondas do mar chegar e os graõs de areia entre os dedos. Pode ser debaixo de um chuveiro quente, na sua cama, pode ser com o violão no colo ou pode ainda ser dentro do abraço de alguém.

Você pode ter todo o dinheiro do mundo, mas não será completo se não tiver aquele lugar para buscar quando o cansaço bater, a tristeza, a dor, a saudade, o pesadelo. E não adianta tentar comprar um lençol de seda caro ou passar o final de semana em uma praia do caribe. O melhor lugar do mundo é aquele que te conforta, que te faz sentir seguro, ou aquele que te faz sentir pequeno diante do mundo e tem a certeza de que, como tudo na vida, isso também vai passar.

giphy (2)

E sim, dá para ter mais de um melhor lugar do mundo, e pode variar com a necessidade, momento da vida e pessoas. Mas o importante mesmo é lembrar de cada melhor lugar que você tiver encontrado no mundo, se foi no meio de uma viagem, se foi em um trabalho social, se é a sua cama quando tudo fica em silêncio e você consegue relaxar, se é seu chuveiro quente, as luzes apagadas e umas velas acesas no lugar. Ou ainda, se é a casa da sua vó no interior e aquela cadeira de balanço na varanda, se é no colo da sua mãe ou no meio do campo de trigo sem os ruídos da cidade grande.

E como encontrar esse lugar? É aquele espaço que você pode ser natural, sem máscara, maquiagem, sem julgamento, chorar de raiva ou chorar de alegria sem se preocupar, sem ter que se explicar. É um lugar que você pode ir para se encontrar ou para se perder. Um lugar que você pode encontrar total silêncio ou pode falar todos os seus segredos. E é ainda um lugar que você pode se desligar do mundo ou pode se conectar com ele.

Então se você ainda não sabe onde é seu, ou seus, melhor lugar do mundo, pense bem aonde você se sente seguro e especial ou livre e pequeno diante do mundo. Pense em lugares que foi, volte a memória lá na infância, as pequenas alegrias, os momentos memóráveis que não tem nada a ver com bens materiais, e sim com sentimentos grandiosos. Lembre de lugares que foram importantes, pessoas especiais. Pode ser que não sejam mais seu lugar especial, mas já foram um dia e a lembrança já será um incentivo.

giphy

Tente lugares diferentes, fique descalço no seu quintal, na praça mais perto de casa, no meio de uma trilha. Tente acordar mais cedo e ouvir o mundo acordando depois de você, ou durma mais tarde e perceba tudo se aquietar. Selecione CDs e trilhas sonoras. Prepare um banho especial com luz baixa e música. Tenha algumas pessoas que vão te abraçar independente do que você fizer, do que for da vida. Mas tente sempre ter momento de paz sozinho, no seu silêncio, com seus pensamentos, com seu amor próprio.

Mas não se prenda a valor financeiro, a banheira de hidromassagem, a ter descanso e paz somente na viagem de férias para o exterior, na massagem semanal, nas horas no salão. Se prenda a valores emocionais, a pessoas realmente importantes, mas tenha sempre em mente de onde ir e o que fazer para ter o melhor lugar do mundo com fácil acesso e alcance, para dias de extrema alegria e de emoção ou para dias de necessidade, de colo, carinho, afeto, paz, de encontro. Mas saiba sempre o que fazer e onde ir quando precisar gritar de alegria ou se esconder para um momento de conforto.

Comments

comments

Avatar

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.