Tristes verdades da vida

Seu amigo vai te decepcionar

E não é de propósito, não é maldade. Mas cada um tem suas prioridade e entende algumas coisas da vida. O que é importante para você pode não ser entendido desta forma, ou você não deixou claro que era importante. E os amigos têm suas vidas, seus interesses, outras amizades, outras relações. E não quer dizer que prefere outras pessoas, que você é deixado de lado, mas que você não é único no mundo.

E sabe o que? Isso é bom, tem que ser bom. Ter alguém grudado e dependente de você é sufocante. O importante é deixar claro seu posicionamento, suas intenções, conversar e acima de tudo, nunca esperar nada de ninguém, assim tudo que vier será lucro e bem recebido.

O pão vai cair para baixo

E não é só o pão, a chave vai cair no bueiro, seu copo favorito pode quebrar, você vai cair na frente da várias pessoas. E não adianta jogar tudo pra cima, esmurrar a parede, sair correndo, fingir que não aconteceu. Não vai deixar de ter acontecido e de qualquer forma você vai ter que limpar a sujeira, rir, corrigir e seguir em frente. Você ainda vai precisar comer pão (a não ser que seja a última fatia) e limpar a margarina que sujou o chão; vai ter que dar um jeito e talvez pedir ajuda para pegar a chave perdida (e sempre vai existir um ninja que consegue pegar com facilidade); vai ter que juntar os cacos e limpar o chão se o copo estava cheio; e quando cair, vai ter que se levantar, aceitar ajuda e rir do mico, mesmo se o vestido subiu, todo mundo viu sua calcinha e você ganhou um arranhão na perna.

O motorista do carro não se importa com a sua proximidade e a poça

E o pior disso é que alguns não só nem percebem que você está na calçada e tem uma poça de chuva, como alguns passam mais rápido e mais perto da poça propositalmente para te molhar inteira, só na maldade, achando aquilo muito engraçado. É irritante? É. Mas xingar, esbravejar e descontar em todo mundo não vai adiantar nada, você ainda vai ter que dar um jeito de se secar, trocar e continuar o seu dia.

O pote no congelador vai ser feijão ou cebolinha

O congelador dificilmente vai estar cheio de comidas prontas e deliciosas. Além do gelo e hambúrguer para refeições de emergência, e a carne comprada para a semana, a grande maioria das coisas lá vão ser alguns restos que guardou para outro dia (como o feijão) e itens para conservar por mais tempo (como a cebolinha). Pra não passar aquela agonia e decepção toda vez, use etiqueta nos potes que não puder ver e setorize, deixe o sorvete em um canto e os potes de conservação de alimentos no outro. Assim, quando abrir e o canto do sorvete estiver vazio, já saberá que não tem.

Se você esconder algo pra ficar seguro, vai esquecer onde colocou

Um documento de pouco uso, uma carta, um dinheiro, um brinco que você escondeu da sua irmã. Qualquer coisa de tamanho pequeno ou médio que pode ser guardado em gaveta ou armário vai sumir. E não é sumir de verdade. Eu não sei o que acontece, você esconde, e quando precisa, lembra só do momento em ter falado “vou guardar aqui para não perder e sei que vai estar aqui” e sabe-se lá onde é esse “aqui”. Por todos os lugares que acredita que é, não é. A parte boa é que nessa procura, você deve encontrar outros itens perdidos.

Desamor dói, mas passa e outros virão

E como dói. Desabafamos, ouvimos música, filmes, tudo que se vê imediatamente lembra-se da pessoa amada. E não importa qual foi o motivo da relação ter acabado, na grande maioria das vezes dói, tem músicas que vocês ouviram juntos, lugares que frequentavam, o lugar exato do primeiro beijo, a história do romance, o grupo de amigos em comum. E a verdade é que independente da dor, o mundo não acaba porque um amor terminou, jamais! Então nos primeiros dias a vontade de chorar e não fazer nada, no segundo já trocamos o pijama, no outro vamos até a padaria de moletom mesmo, um amigo vem tirar de casa e levar comer qualquer lanche porcaria, daí outro chama pra um aniversário e aos poucos, em tarefas mais cotidianas que nos esforçamos a fazer porque sim, começam a se tornar mais fáceis. E aos poucos a nossa incrível memória vai diluindo, alguns momentos começam a fazer parte do passado e novos acontecimentos e situações viram presente e logo um novo amor chega, e o desamor vai ser tão distante e banal.

Quando estiver com pressa e fome, a comida vai demorar a ficar pronta

Não importa se você optou por um macarrão instantâneo ou um misto quente, coisas que tradicionalmente levam estúpidos 3 minutos. Mas com fome? A água vai demorar a ferver, a chapa a esquentar, o queijo não vai derreter normalmente e é muito possível algo queimar e ficar frio por dentro. Então o melhor é preparar normalmente, sem tanta pressa, passe o tempo enquanto cozinha normalmente organizando algo, lavando a louça, passando um pano na mesa ou uma vassoura na cozinha. Assim nem vai perceber que o tempo passou normalmente, nada queimou e você vai matar sua fome e ter feito algo último enquanto esperava.

Chefes são chatos

Não importa se ele era um colega de trabalho legal e que foi promovido, se ele é descolado, se é seu amigo ou parente. Está determinado que ele vai ser chato. E nem sempre é porque o cargo o faz uma pessoa ruim, mas porque as exigências caem em cima dele, o cargo o deixa mais rigoroso e o que antes era piada entre vocês, tipo chegar no horário ou o prazo que atrasou, vai virar cobrança e você vai odiar isso nele. Muito.

Coisas quebram, somem, perde-se

Livros sujam, roupa mancha, brinco perde, salto quebra, celular cai, espelho quebra, dinheiro do bolso se perde e por aí vai. É claro que bons cuidados evitam muita coisa, mas não tudo. E como eu disse lá em cima, não adianta se desesperar, fazer escândalo, chorar. Se perdeu, até dá para procurar, se quebrou, dependendo, dá para consertar, mas não adianta odiar o mundo e sua vida por conta de uma coisinha. Veja o mundo diferente, de longe, como algo muito maior que seu celular com tela rachada.

Karma não é vingança

Eu acredito em karma, mas por muito tempo quis que o karma acontecesse na minha frente. E recentemente me dei conta de que karma é o mundo devolvendo a ação para alguém, seja ela boa ou ruim. E quando fazem algo de ruim, eu fico me convencendo de que o karma vai tomar conta disso, mas sempre com o pensamento muito mais na vingança do que no mundo conspirando sabe? Se me fizeram sofrer, quero ver a pessoa sofrendo também, quero que ela sinta muito próximo do que me fez sentir. E a verdade é que dificilmente vou ver um pneu estourando do cara que passou na poça para me molhar ou ver o ladrão que roubou meu celular preso entendeu? E provavelmente se o karma devolver o mal, eu não vou ver, nem a pessoa vai saber porque está acontecendo algo de ruim à ela. E pensar nisso tudo é mais difícil ainda. Então o melhor é deixar a energia da palavra por conta dela mesma, sem esperar nada e ser feliz.

Nosso corpo tem limitações, e elas aumentam

Não importa o quanto sua mente seja jovem ou sua alimentação seja ideal, com o passar dos anos as dores aparecem repentinamente, a mudança de atividade vai ser sentida no dia seguinte, um resfriado deve ser respeitado e melhor curado, a ressaca é bem pior e demora para passar, cair no meio da rua não é tão engraçado quando seus ossos são mais frágeis e os óculos tornam-se cada vez mais necessários. E por mais que você se cuide e tente ir contra essa lei do corpo humano, você vai sentir seu corpo mais fragilizado e suscetível a dores inexplicáveis. O melhor é se cuidar sempre, buscar opções naturais para equilíbrio, alimentação e rir, porque nenhum corpo sobrevive sem um sorriso, sem um riso.

E pense que são tristes verdades da vida, mas não é que a vida seja triste não. Com essas e tantas outras verdades, temos que seguir sempre em frente, seguir nossos planos, sonhos, desejos, correr atrás da felicidade, não importa o que aconteça, nem mesmo se a vida tomar outros rumos, é só arrumar o passo, e continuar seguindo em frente.

Comments

comments

Avatar

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.