Uma possível etiqueta na redes sociais

Sei que existem várias listas, etiqueta para redes sociais, como se cuidar, mas é sempre bom reforçar, e aqui vou dar minha opinião:

1 – Pare de compartilhar e encaminhar mensagens de escritores bonitos com imagens clichês – pense assim, você vê um texto em uma revista, super inspirador, você vai lá, tira 500 cópias (dependendo da quantidade de amigos) e distribui um a um com pequenas anotações como: lindo, verdade, sou assim, melhorou meu dia… e ainda coloca bem na frente da pessoa, em cima da mesa de trabalho, na frente do celular, na televisão, tudo para que ela leia e compartilhe desse sentimento de ler um texto que talvez pra você e mais umas duas pessoas tenha feito sentido.

2 – Não contar seu estado de saúde o dia inteiro – estou de tpm, ai que dor de cabeça, legal acordar e sentir a gripe te derrubando, credo não paro de espirrar, que dor de barriga, acho que estou doente, bla bla bla. Você não sai (ou talvez até saia) pela rua e cada um que você cumprimenta você faz o mesmo comentário que insiste em compartilhar virtualmente. Imagine você dando bom dia para o porteiro do prédio: Bom dia seu José, tô com uma tpm hoje, tá feio viu! Não, né?!

3 – Não compartilhe redes sociais dentro de outra. Por exemplo, teus amigos do facebook, twitter e foursquare têm que ler três vezes que você está em tal lugar. Cada macaco no seu galho, quem quer te acompanhar, saber por onde você anda, vai te seguir no 4s, quem quer falar com você, saber da sua vida, ver suas fotos, vai ser seu amigo no FB, e quem quer ver o que você fala para o mundo e afins vai te seguir no twitter. E por aí vai. Situação real: Você está na padaria comprando pão, você liga pra sua amiga avisando, manda sms pra ela e aproveita para mandar uma foto por email do pão quentinho saindo do forno.

4 – Não poste fotos de amigos que alguém não esteja bem, que comprometa seu amigo(a). Imagine a situação, sua amiga pega uma foto que ela saiu linda e você está piscando, falando, com o cabelo virado e a blusa caindo, tudo ao mesmo tempo, ou seja, horrível. Então ela imprime essa foto, bem grande e coloca em um mural, no seu trabalho, na reunião da sua família, aonde você estuda e até na academia. E as pessoas podem ainda ir comentando nesse mural sobre a foto. Humilhante não? Talvez engraçado ver essa foto e esconder ou até rasgar, mas nunca colocar para tanta gente olhar, opinar, rir e criticar.

5 – Não conte o itinerário do seu dia, pouquíssimas pessoas realmente querem saber como foi e o que você fez. Imagine cada um que você encontrar pela frente: nossa, meu dia foi corrido, eu acordei, tomei café, cheguei atrasada na aula, daí voltei morrendo de fome, comi e agora tenho três trabalhos para fazer, um livro para terminar e eu só quero deitar e dormir. E acredite em mim quando eu digo que tem MUITO disso por aí.

6 – Não fique falando constantemente sobre sua religião, time de futebol, seu partido político ou sua profissão. São grupos específicos que você tem a liberdade de curtir certas coisas. Você não anda por aí com a foto do jornal do time adversário apontando pra cada um que encontra, você não pega o elevador e reclama de alguma crença, e você talvez até saia falando do seu partido, mas dependendo de quem encontrar deverá começar uma acalorada discussão. Ninguém precisa concordar com você ou se for o seu desejo discordar, mas ninguém é obrigado a ver tanta opinião diferente e irritante em um momento que é para ser de lazer e distração.

7 – Imagens de mortos, animais mutilados e tantas outras coisas horríveis, pare, por favor. O que quer que seja, denuncie para o orgão competente, o ato de compartilhar não vai mudar nada. Pense você, andando com uma foto de um cachorro inteiro machucado, mostrando pra cada um que encontra, seja no trabalho ou no happy hour: Olhe que absurdo isso, tem que matar a pessoa que fez isso. Ok, mudou alguma coisa? Não.

8 – Cuidado com os sites de notícias, eles estão comprometendo muita gente. É tia lendo sobre as fotos da playboy que vazaram, amigo engenheiro que leu as últimas do BBB, seu sogro curioso sobre a fofoca das celebridades. Se elas estão aparecendo na sua página do Facebook é porque em algum lugar você clicou errado e liberou as postagens.

9 – Meu calendário, melhores amigos, veja o que ele falou de você, dê um beijo, corações, meu signo, é tanto aplicativo baboseira que irrita. E eles geralmente servem para liberar spam ou qualquer outra porcaria em seu perfil. E vão ficar enviando convite para os outros o tempo todo, vão postar no seu mural durante o dia sem seu consentimento.

10 – E por último, mas não menos importe: Os joguinhos. Confesso que adoro todos, mas acabo parando de jogar porque você TEM que fazer solicitações, convidar amigos e postar no seu mural que você precisa de tijolos, martelos ou ovelhas. Eu quero jogar, não quero ficar o tempo todo falando que passei de fase ou que preciso de um utensílio esquisito. Então não poste essas coisas em seu perfil. Imagine você jogando video game e ficar narrando que precisa pegar um cogumelo, que ganhou muitas moedinhas, que passou de fase ou que matou o chefão. Sem falar que você pode fazer uma pausa no trabalho para jogar e acabar divulgando isso.

Achou mal humorado meu post? Não é, eu juro. Só estou tentando evitar que você perca muitos amigos nas redes sociais porque está sendo excluída ou bloqueada até por quem você gosta muito. Aí você está em uma roda de amigos e vai introduzir uma resposta a respeito de algo realmente legou que você postou e muitos da roda não viu porque na verdade não veem mais as suas postagens.

As pessoas estão cada vez mais cansadas com tanta informação sendo compartilhada, coisas que salvamos pra ler depois, emails não lidos, fotos da última festa que ainda não viu, blogs, notícias e quando sentamos para fazer algo específico e simples no computador acabamos mergulhando nessa imensidão e já nem sabemos mais que aba do navegador é realmente importante ou que já foi lida.

Se você gosta de ler mensagens, de jogar, de ver os lugares perto de onde você está, faça, mas cada coisa em seu espaço. Temos tantos livros de mensagens ótimas, livros de imagens maravilhosas, jogos para de todos os gêneros e gostos, ferramentas e aplicativos ótimos, cada um com sua função. E temos os sites dos times de futebol com fórum para discussão, possibilidade de criar grupos de amigos com o mesmo interesse. Por exemplo, crie um grupo com suas amigas e ali vocês vão colocar as fotos que ninguém pode ver, as mensagens que fizeram o seu dia melhor ou que vai ajudar a sua amiga superar um momento difícil.

Todos nós temos que aprender a usar todas essas ferramentas da melhor maneira, elas não são um simples megafone pra você sair gritando no ouvido de todo mundo achando que todos querem ouvir o que você tem a dizer. Mesmo para as do velho discurso “não ligo para o que pensam de mim”, mesmo aqueles que você realmente liga e quer que te acompanhem podem acabar se afastando porque uma rede social fez conhecer um lado bem irritante seu.

E é isso que tenho para falar a respeito disso, que sabe eu não apareça com posts detalhados de como explorar melhor cada rede social.

E para você, o que irrita na sua timeline?

Comments

comments

Avatar

Mari Medeiros

Relações Públicas, fotógrafa, maquiadora, conectada e que gosta de fazer de tudo um pouco pra não cair no tédio.